30 de mar de 2011

Arrecadações em prol do Japão ultrapassam 1 bilhão de ienes e 1.300 toneladas de donativos


  Foto tirada do site: portalnippon

De acordo com o governo japonês, as arrecadações em dinheiro e os donativos vindos do exterior para as vítimas do terremoto e do tsunami ultrapassaram, respectivamente, 1 bilhão de ienes e 1.300 toneladas. A expectativa é de que este valor aumente cada vez mais  e chegue até os 10 bilhões de ienes, considerando as missões diplomáticas no exterior, doações individuais, empresas e artistas. Segundo o ministro Takeaki Matsumoto, as ajudas vieram de 134 países e regiões e 39 organizações internacionais.

Desde o dia 12 o aeroporto de Narita recebeu doações de bens oriundos de 29 países. Entre os 190 tipos de bens que estão sendo distribuídos para os sobreviventes do desastre, estão alimentos, cobertores, brinquedos, remédios eroupas contra radiação. Mais de 600 integrantes de equipes de resgates vindos da Ásia, Europa e América também desembarcaram no país.

Segundo funcionários da alfândega de Narita, o total de doações que chegam ao Japão é considerado maior do que o arrecadado em 1995 após o grande terremoto de Hanshin.

Fonte: Breitbart

28 de mar de 2011

Crise mudou a rotina dos japoneses


O terremoto e o tsunami que atingiram o Japão em 11 de março, e a crise nuclear em Fukushima Daiichi, vêm provocando grandes efeitos no cotidiano japonês. Há uma imensa preocupação em economizar energia e também dinheiro, pois as consequências na economia ainda não estão totalmente claras.

A reação calma dos japoneses diante de tal situação foi destacado pela imprensa internacional. Muitos admiram como eles conseguem manter esse “auto-controle” em meio a esse caos.Esse comportamento está relacionado à solidariedade geral em relação ao momento difícil por que passa o país.

No Japão, agora é primavera, época em que as pessoas costumam fazer piqueniques sob árvores de sakura (cerejeira) e assistir aos fogos de artifício. Mas,muitos desses eventos foram cancelados. Casas noturnas e outros estabelecimentos de lazer também tiveram o movimento reduzido. “O movimento é o pior em sete anos, mas não adianta se desesperar. Afinal, é o país todo”, disse Robert Regonati, proprietário do DNA Rock Cafe, na província de Ishikawa.
A brasileira Silvia Yamawaki, moradora de Yokohama, disse que “o movimento na cidade está um pouco menor. É possível notar algo diferente no rosto das pessoas; elas não parecem à vontade para passear ou ficar muito tempo fora de casa em restaurantes, por exemplo”.

Outro fato de grande destaque, foi o aumento das vendas de bicicletas em Tóquio, o que pode ser explicado pela preocupação em ocorrer paralisação de trens e pela economia de energia e combustível. “Sempre soube que a bicicleta era útil, mas nunca havia pensado em usá-la para ir ao trabalho. Agora, não sei por que não fiz isso antes. A distância é muito menor do que eu pensava”, disse um trabalhador de 35 anos ao jornal Asahi.
Infelizmente, o aumento de bicicletas pode trazer um problema. No Japão, as pessoas costumam prendê-las usando correntes e cadeados em grades ou cercas nas calçadas próximas às estações de trem ou metrô – o que geralmente é proibido. Porém, se houver alguma emergência, essas vias deveriam estar livres de qualquer obstáculo.

26 de mar de 2011

Número de estrangeiros deixando o Japão aumentou 8 vezes


Um funcionário da imigração disse que mais de 161 mil estrangeiros deixaram o Japão desde do terremoto e tsunami  que provocou uma crise nuclear, no dia 11 deste mês .

Taichi Iseki, um oficial de imigração no aeroporto principal do Japão, Narita, disse sexta-feira que  o número de estrangeiros que estão saindo do Japão, entre 11 março e 22 março totalizou 161,3 mil , um aumento de oito vezes de cerca de 20.000 no mesmo período do ano passado.

O terremoto eo tsunami gigante dizimou grande parte do nordeste do Japão, enquanto a crise em uma usina nuclear em Fukushima, uma das áreas afetadas pelo terremoto, provocou um êxodo massivo de estrangeiros.

O número de estrangeiros que chegam em Narita a partir de 11-22 março caiu 60 por cento ano a ano para 33.400.


24 de mar de 2011

De acordo com a mitologia japonesa, terremotos são causados por peixe gigante

Segundo o folclore japonês, no fundo do mar, vive o Namazu, um peixe gigante. Quando ele se movimenta, terremotos acontecem. 

O Namazu é um bagre, peixe escuro que tem grandes bigodes, hábitos noturnos e costuma viver próximo de superfícies sólidas, no fundo de águas pouco profundas.
De acordo com a lenda, apenas o deus Kashima é capaz de controlar o Namazu, colocando uma grande pedra em cima de sua cabeça. Na pedra, estão escritos os ideogramas “kaname ishi” (seria pedra fundamental, em português).

Outras versões da história falam de uma possível espada e até de um tipo de abóbora como forma de imobilizar a criatura. Porém, Kashima às vezes dorme de cansaço da vigília, então o peixe consegue escapar. O movimento, especialmente da cauda, causa o terremoto.

Como qualquer elemento do folclore, há muitas outras interpretações para a lenda do Namazu. Desde protetor de rios até elemento de crítica social, em geral, ele está associado a um período de grandes mudanças.

O Namazu foi tema de diversos ukiyo-e, xilogravuras famosas no Japão entre os séculos 17 e 19. Em muitas delas, após um terremoto, os mais abastados dividiam sua riqueza com os pobres para a reconstrução do local onde viviam.

A partir do período Edo (1603-1867) e até os dias de hoje, o Namazu recebeu uma imagem mais positiva, é visto como o aviso de que uma catástrofe está para acontecer. Por exemplo, em placas de sinalização referentes à prevenção de catástrofes naturais e até em amuletos, é possível ver o Namazu ilustrado de uma forma mais simpática.




Fonte: madeinjapan

23 de mar de 2011

Radiação em água de Tóquio está acima do limite permitido

Autoridades do Japão alertaram nesta quarta-feira que os índices de radiação na água de Tóquio está superior ao permitido para crianças e bebês. 
  Autoridades do Japão alertaram nesta quarta-feira que os índices de radiação na água de Tóquio está superior ao permitido para crianças e bebês. (Yoshikazuo Tsuno/AFP)
 
A prefeitura de Tóquio anunciou na tarde desta quarta-feira que os índices de radiação observados nos reservatórios da cidade estão bem acima do limite permitido para o consumo humano. As autoridades do país recomendaram à população que evite dar a água diretamente da torneira para crianças e bebês, grupo de pessoas que pode ser mais afetado pelos níveis de radiação superiores ao normal.

As autoridades identificaram uma concentração de iodo de 210 becquerel por quilo na usina de Kanamachi - que abastece as regiões central e oeste da capital japonesa -, acima do limite de 100 becquerel por quilo considerado seguro para as crianças. Segundo o Ministério de Educação e Ciência japonês, o limite de iodo na água corrente, para adultos, é de 300 becquerel por quilo.

Os Estados Unidos anunciaram ontem, terça-feira a proibição da importação direta de uma série de alimentos importados do Japão. Leite e derivados, verduras e frutas frescas oriundos das cidades de Fukushima, Ibaraki, Tochigi e Gunma deverão passar por uma bateria de testes de radiação antes de serem comercializados. A agência reguladora FDA (Food and Drug Administration) será responsável por monitorar os níveis de radiação.

A decisão americana mostra a crescente preocupação com os altos índices de partículas radioativas encontradas nos alimentos produzidos na região da usina de Fukushima. Na noite desta terça-feira (horário de Brasília), o governo japonês recomendou à população que evite o consumo de 11 vegetais. De acordo com o Ministério da Saúde do país, os níveis de radiação desses alimentos está 164 vezes superior ao limite seguro. Segundo dados do governo do Japão, uma pessoa que consuma 100 gramas diárias de um desses vegetais por 10 dias seguidos estará se expondo à mesma radiação que absorveria normalmente durante um ano inteiro.

21 de mar de 2011

Saiba quais são os efeitos de radiação nuclear para a saúde

Depois desse grande terremoto e tsunami, o Japão ainda corre perigo de uma catástrofe nuclear, devidos às explosões nos reatores da Usina Nuclear de Fukushima.
Os níveis de radiação vêm aumentando gradualmente, causando muita preocupação e até certo pânico entre a população japonesa.
Pessoas que moram na região,já estão deixando a região e indo para abrigos, temendo uma possível contaminação. Pessoas que moram num raio de 40 a 50 km, permanecem trancadas em suas casas, onde já fazem reservas de alimentos e água. O governo pede que a população use máscaras, não beba água da torneira e não coma alimentos que possam estar contaminados pela radiação. Se ingerir algo que possa estar contaminado, os elementos da radiação entram em seu corpo, causando danos irreparáveis.
Se a radiação cair em um rio, não se deve beber a água e nem comer os peixes, pois eles estarão contaminados, assim como se cair no pasto e boi de alimentar dele, sua carne também não poderá ser consumida.

Tipos de radiação nuclear





Três tipos de radiação podem ser liberados no meio ambiente em caso de acidentes em usinas nucleares.
Existem as partículas alfa, que geralmente não conseguem ultrapassar a pele de uma pessoa.portanto são praticamente inofensivas. Já as partículas beta são capazes de atingir cerca de um centímetro na pele e podem chegar a causar queimaduras.
Os raios gama são os mais perigosos. Atravessam o corpo e deformam as células, podendo levar a vários tipos de câncer. Este é o grande temor de quem vivia perto das usinas nucleares no Japão.

Efeitos da radiação nuclear
Dependendo do tipo de radioatividade que a pessoa foi exposta pode causar queimaduras, câncer, hemorragia, problemas digestivos, infecções ou doenças autoimunes.
A usina de Fukushima vem soltando elementos radioativos como iodo, urânio e césio, formando uma nuvem invísivel que se desloca com a ajuda do vento.
A esperança dos japoneses é que está nuvens voem para o meio do Pacífico, porque assim elas irão cair no mar de forma mais dispersa , diminuindo os riscos para a população.
Quando há uma grande exposição a irradiação, as células da medula óssea, que fabricam os glóbulos vermelhos e brancos e as plaquetas sanguíneas, podem ser destruídas e a pessoa morre. As células do tubo digestivo também são bastante sensíveis à radiação, segundo especialistas. Se não for tratado,grande nível de exposição é letal.
Por exemplo, em Hiroshima, onde caiu a bomba atômica nuclear, as pessoas que receberam doses fracas desenvolveram cânceres como leucemia, pulmonar, cólon, esôfago, mama…
E levaram os efeitos da radioatividade durante décadas passando para novas gerações.
Após 7 anos do atentado, ainda houve picos de casos de leucemia, e mesmo após 60 anos, ainda há um leve excesso de câncer na população da região afetada.

Com tudo isso vocês poder ver o porque os japoneses estão tão preocupados ,pois os  efeitos da radioatividade são devastadores 

19 de mar de 2011

Finalmente, o orgulho de ser japonês

Catástrofe do terremoto seguido de tsunami fez ressurgir o sentimento patriótico do Japão, que havia desaparecido após a derrota na 2ª Guerra

 

Há uma coisa que podemos afirmar uma semana após o terremoto: o povo japonês começou a ver sua nação sob uma luz mais positiva do que estava acostumado há 20 anos. Os japoneses sempre se acharam desafortunados, pois raramente sentiu orgulho do seu país após a derrota na 2ª Guerra. Isto ficou claro durante a prolongada recessão depois do estouro da bolha econômica. Os premiês mudaram, a política sofreu sérios impasses e o ceticismo é enorme. 

 

Após o tremor de Kobe, em 1995, o governo se mostrou ser muito incompetente que foi energicamente criticado. Desta vez, a situação é diferente. Claro, a mídia questiona o governo e as empresas de eletricidade pelo tratamento dado aos acidentes nucleares. Por outro lado, as vozes de apoio a essas empresas têm sido fortes. O secretário de gabinete, Yukio Edano, tornou-se um herói da internet e as operações de resgate das Forças de Autodefesa estão sendo elogiadas.

Até recentemente, o povo e o governo japonês eram considerados indecisos e egoístas, desnorteados entre tantas queixas e brigas. Agora, estão unidos na defesa da nação como se tivessem sofrido uma transformação. Curiosamente, os japoneses agora estão sentindo o orgulho de ser japoneses. Evidentemente, podemos argumentar que essa mudança, provavelmente, levará ao nacionalismo. Gostaria, porém, de ver alguma esperança nesse fenômeno.

Antes do sismo, o Japão era uma nação tímida, preocupada com seu declínio. As pessoas não esperavam nada e a ajuda mútua entre as gerações e a confiança nas comunidades locais começavam a se desfazer. Talvez o povo japonês possa usar a experiência da catástrofe para reconstruir uma sociedade ligada pela renovação da confiança.

Embora muitos devam voltar a se fechar em suas indecisões, a descoberta do nosso ser patriótico voltado para o bem público provavelmente não desaparecerá. Vi que a imprensa estrangeira noticiou com assombro a calma e o comportamento ético dos japoneses diante do desastre, mas, na realidade, essa foi uma surpresa para os próprios japoneses.

Até onde essa emoção pode se estender em termos temporais e sociais? Dessa pergunta dependerá o sucesso da recuperação, não apenas da calamidade, mas também da prolongada estagnação e do desespero das duas últimas décadas. 

 

18 de mar de 2011

EUA e países da Europa se oferecem para sediar Mundial de Patinação Artística


 
Federações de Patinação Artística dos EUA e de países europeus estão oferecendo à ISU, organização internacional da modalidade, uma alternativa ao evento que deveria acontecer entre os dias 21 e 27 de março em Tóquio, no Japão. O campeonato mundial do esporte está ainda sem rumos definidos devido à catástrofe sofrida pelos japoneses após a ocorrência de um terremoto de magnitude 9 e um tsunami que varreu a costa nordeste do arquipélago.
Ainda pensando no cancelamento do campeonato ou no seu adiamento para o mês de outubro, oficiais da ISU não descartam a transferência do evento para algum dos países que se ofereceram para sediar o Mundial. A Federação Americana ofereceu Colorado Springs, no estado do Colorado, ou Lake Placid, no estado de Nova York; a Federação Russa ofereceu Moscou; a Italiana ofereceu Turim (que sediou o mundial de 2010), e a Sueca ofereceu Malmo. Para esses dois últimos locais, sediar o evento é possível desde que ele ocorra ainda na primavera.
A ISU ainda conversa com a Federação Japonesa de Patinação, para verificar a possibilidade de realizar o evento no segundo semestre. Sobre a possibilidade de realização em abril ou maio, o presidente da ISU Ottavio Cinquanta disse ser difícil, já que nesse período os atletas passam a cumprir obrigações contratuais, como participação em shows, e também passam a treinar para as próximas temporadas.
Os campeões Daisuke Takahashi e Mao Asada, vencedores do masculino e feminino na edição de 2010 do Mundial de Patinação Artística, expressaram sua solidariedade às vítimas e pediram aos japoneses compaixão pelos atingidos pela tragédia.

Fonte: Globo Esporte

17 de mar de 2011

116 nações e regiões se mobilizam para ajudar o Japão; arquipélago conta com ajuda de médicos estrangeiros

Após o desastre causado pelo terremoto de magnitude 9 e pelo tsunami que destruiu parte do nordeste do arquipélago, o Japão está recebendo ajuda de 116 nações e regiões e de 28 organizações internacionais, que estão se unindo para auxiliar no resgate dos corpos, no cuidado aos sobreviventes e no fornecimento de mantimentos, segundo o Ministério das Relações Exteriores. Missões diplomáticas, embaixadas e consulados do Japão em outros países estão aceitando doações para os sobreviventes até o dia 23, quando todo o material e recursos financeiros arrecadados serão transferidos para a Cruz Vermelha japonesa.



No país, missões de resgate vindas da China, EUA, Coreia do Sul e Grã-Bretanha já estão trabalhando no resgate de sobreviventes. Para cuidar dos feridos, o Ministério da Saúde e o das Relações Exteriores adotaram como medida de emergência a busca por ajuda de médicos vindos de outros países, que serão levados às áreas mais atingidas assim que chegarem ao Japão.
Além da ameaça de radiação, os japoneses também poderão enfrentar casos de cólera e de febre tifóide, já que há escassez de água tratada nos locais mais atingidos. Apesar dos riscos, os especialistas descartam a possibilidade de epidemia no país.


16 de mar de 2011

Mangakás se unem para ajudar vítimas de terremoto e tsunami

Artistas da Kodansha estão se mobilizando para levantar recursos financeiros que serão revertidos para as vítimas do terremoto e do tsunami ocorrido no Japão no dia 11 deste mês. Ao todo, são 35 artistas de revistas como Nakayoshi, Shonen Magazine, Kiss, Ribon, Chorus, Dragon Age, entre outras, estão preparando um doujinshi que será vendido durante o evento Comitia 96, a ser realizado no dia 5 de maio no Tokyo Big Sight.

A união desses artistas deu origem a um site sobre o projeto, chamado de Higashi Nihon Daishinsai Charity Doujinshi. Entre os nomes conhecidos que contribuirão com a publicação, estão Hiro Mashima (Fairy Tail), Arina Tanemura (Gentlemen´s Alliance Cross), Tomoko Ninomiya (Nodame Cantabile), e Jin Kobayashi (School Rumble). 

Fonte: ANN

Governador de Tóquio pede desculpa por declaração polêmica sobre “castigo divino”


 Governador de Tóquio  Shintaro Ishihara – o mesmo responsável pela polêmica com o projeto de lei 156, sobre restrição do conteúdo de mangás e animes – disse após os desastres ocorridos no nordeste japonês uma declaração polêmica:
“Os japoneses estão contaminados com o populismo e o egoísmo. Precisamos de um tsunami para acabar com esse egoísmo, que corroeu a mentalidade dos japoneses por um longo período. Acho que o desastre é um castigo divino, embora eu tenha pena de suas vítimas.”
Depois da declaração, o político japonês foi muitíssimo criticado pelo governador de Miyagi, Yoshihiro Murai, e pelo diretor de Suzumiya Haruhi no Yuutsu, Yutaka Yamamoto, que qualificou  a fala  de Ishihara como ridícula.Prestes a tentar seu quarto mandato, Ishihara pediu desculpas durante uma coletiva de imprensa nesta terça-feira.
Ishihara já foi responsável por várias outras declarações polêmicas envolvendo preconceitos contra homossexuais e estrangeiros.

Fonte: Breitbart

15 de mar de 2011

Idoso sobrevivente:Vamos reconstruir!



Vídeo abaixo, mostra rapidamente o resgate de um idoso e sua família após a tsunami, o senhor comentou a experiência de ter ficado preso em um prédio por três dias depois da tsunami ter destruido sua cidade,confira:



Membros da Força de Autodefesa ajudaram a família a sair do prédio, e depois o senhor disse que está tudo bem , que já sobreviveu a outra tsunami que ocorreu no Japão em 1960 e com um sorriso bonito em seu rosto disse:  "Vamos reconstruir de novo".Esse tipo de situação me deixa muito feliz, saber que mesmo a todo esse desespero, ainda tem esperança e forças pra dar a volta por cima, por este motivo, postei tal situação,e olha que é um senhor de idade já!!


Fonte: japanprobe

14 de mar de 2011

White Day...

  
O White Day  seria celebrado hoje no Japão, um mês depois do Valentine´s Day. No Dia dos Namorados, as mulheres dão presentes aos homens; no White Day, os homens que receberam chocolate, devolvem o favor e dão presentes às mulheres.Ou seja os homens sentem-se obrigados a retribuir os presentes recebidos.
Mas infelizmente com os acontecimentos recentes, eles não vão aproveitar esse dias como realmente deveria ser aproveitado, até porque não há clima pra isso.As pessoas, preocupadas com a grave situação, estão fazendo estoques de produtos em caso de emergência, muitos estão sem água, luz, gás, uma experiência talvez única pra muitos japoneses...
 Atual situação no Japão:

A agência de meteorologia japonesa reduziu a probabilidade de ocorrer um abalo forte nos próximos 3 dias de 70% para 40%.
Várias réplicas do tremor são e serão sentidas, é um comum isso acontecer depois de um forte terremoto.
São de intensidade menor que o terremoto original.

==============================================
Algumas regiões do país enfrentam desabastecimento de mercadorias (muitos fazendo estocagem de produtos).

==============================================
As autoridades locais pedem para não sejam enviados mantimentos ao nordeste japonês.
Já está sendo distribuídos o que está contido nos estoques de segurança. 

13 de mar de 2011

 
Como todos já sabem, o Japão está passando mais uma vez por um grande dificuldade,não vou entrar em detalhes por ser algo triste,pois tenho certeza que vocês estão acompanhando o que está acontecendo por lá.Mas sabemos muita bem da história de superação deles, e não vai ser agora que eles vão se entregar.Muitos morreram,muitos correm riscos,o desespero das pessoas é grande, só sabe mesmo quem passa.

Estamos aqui torcendo por vocês, e rezando, pra que isso termine logo.Ninguém consegue evitar esse tipo de catástrofe, mas depois que a poeira baixar, tenho certeza que eles vão estar sorrindo por estarem vivos, e claro aqueles estão entre os números de mortos confirmados, que Deus, guarde o lugar pra cada um no ceú.

Mesmo não estando perto para poder ajudar em algo, nossas energias positivas e nosso pensamento estão voltados pra vocês,vocês vão sair dessa tenho certeza!!!!


11 de mar de 2011

Jogadores de futebol do Japão formam associação para exigir melhores condições de trabalho

jfa 
Os jogadores japoneses de futebol agora contam com uma associação registrada para garantir seus direitos e melhores condições de trabalho:  a JPFA (Japan Pro-Footballers Association), que representa os interesses de 980 jogadores nipônicos, decidiu seguir o conselho da FIFPro (Federação Internacional de Jogadores Profissionais) e tornou-se uma entidade sindical após 15 anos de seu surgimento. Entre as tarefas que cabem ao sindicato, está a busca por melhores bonificações aos jogadores que participam de torneios internacionais, garantias de salários para jogadores lesionados em partidas contra times estrangeiros e auxílio financeiro para os atletas aposentados iniciarem uma nova profissão.
Atualmente, os jogadores japoneses recebem subsídios diários de 10 mil ienes em partidas internacionais, e são gratificados em caso de empates ou vitórias em cima de times ou seleções estrangeiras. O valor dos prêmios é estabelecido de acordo com a posição ocupada pelos adversários nos rankings da FIFA.

Fonte: Google News

Suidobashi

Suidobashi  é uma das pontes mais históricas do Japão, na qual ainda é bastante preservada até hoje.A  ponte Suidobashi atravessa o rio Kanda em Tóquio ; No passado, era usada por mercadores,viajantes,guerreiros e samurais que seguiam a rota de Tokaido (que liga as cidades atuais Tóquio e Kyoto).
É assim que a ponte Suidobashi e outras áreas de Tóquio se pareciam a 200 ou 300 anos atrás representado pelo artista  ukiyo-e :

Suidobashi 


Kanda river and Suidobashi bridge
Rio Kanda e a ponte Suidobashi.

Suidobashi bridge and mount fuji
Ponte Suidobashi e o Monte fuji no horizonte.

Suidobashi 

Suidobashi
E assim que a ponte Suidobashi, e as coisas ao redor se encontra atualmente:


Suidobashi 

Suidobashi 


Suidobashi 


Suidobashi. Roller coaster through building
Uma montanha russa passando por um prédio!

Suidobashi
Visão do Google Maps.Aquela coisa branca é o estádio Tokyo Dome 

Pesquisa: japoneses são os que menos querem ou sentem necessidade de ter filhos

Uma pesquisa realizada pela Universidade de Cardiff , no País de Gales, em parceria com a farmacêutica Merck Serono revelou que os japoneses são os que menos desejam ou sentem necessidade de ter filhos. Além desse resultado, a pesquisa revelou que os japoneses também não possuem muito conhecimento acerca da gravidez. Para o resultado, foram levados em conta 481 entrevistados japoneses, de um total de 10 mil pesquisados em 18 países.
Foram incluídas questões sobre a importância de crianças, sobre as quais os entrevistados deveriam dizer, numa escala de 0 a 5, se elas eram 0u não necessárias para atingir a felicidade. Entre as questões sobre gravidez, foi utilizado o sistema de falso ou verdadeiro em 13 questões. A média de acertos entre os japoneses foi de 37%, abaixo da média de 58% dos outros entrevistados, e acima dos 17% registrados entre os entrevistados da Turquia.
Entre os países pesquisados, estão, além do Japão, Austrália, Brasil, EUA, China, Índia, Inglaterra, Canadá, Dinamarca, França, Alemanha, Espanha, Rússia, Turquia, México, Portugal , Nova Zelândia e Itália.

Fonte: Asahi

10 de mar de 2011

Fantasias na Maratona de Tóquio...

A maratona de Tóquio,uma das grandes maratona do mundo,ocorreu mês passado,onde mais de 30.000 corredores participaram.Algumas pessoas não ficaram felizes só com os 42 km que tinham que correr, eles queria fazer isso com suas fantasias ou até  mesmo cosplay, porque abaixo vocês vão ver que tem alguns personagens de animes e tokusatsus,e não foi a toa que eu trouxe pra vocês darem uma olhada,uma maratona assim é dificíl de ser ver xD.Confira:

Costumes at Tokyo Marathon
Costumes at Tokyo Marathon
Costumes at Tokyo Marathon
Costumes at Tokyo Marathon
Costumes at Tokyo Marathon
Costumes at Tokyo Marathon
Costumes at Tokyo Marathon
Marathon
Marathon
Marathon
Marathon

9 de mar de 2011

The Gazette completa 9 anos de carreira...


A banda foi formada em 10 de março de 2002 e hoje, faz parte das gravadoras PS Company e SONY MUSIC. O estilo musical da banda visual kei the GazettE é muito diversificado, mas geralmente é pensado para ser uma forma de música rock. Alguns consideram como New Metal, também possuindo gêneros do heavy metal como "Ogre", "Beautiful 5 [shit]ers", e "Before i decay" e metal alternativo, como "Taion", e "The invisible Wall". Canções como "Silly God Disco" e "Swallowtail on the Death Valley" apresentam um som de rock funk, enquanto músicas como "Leech" e "Hyena" apresentam um hard rock. Outras canções como "Maggots", "Discharge", "Headache Man" e "13stairs[-]1" habitam uma forma mais pesada da música, em metal
core. the GazettE também utiliza uma grande variedade de sons sintetizados durante as músicas, incluindo vozes femininas, mostrada em canções como "Filth in the beauty", "Toguro", "Kugutsue" entre outras.

2003

Faltando menos de dois meses para a banda completar um ano, Yune decide sair, em 23 de Janeiro, logo sendo substituído por Kai (ex: Mareydi†Creia), que é o atual baterista da banda, e também seu líder.
Então, no dia 10/04 a gravadora Matina fechou suas portas, e pra marcar esse encerramento fez o show FINAL PRELUDE 2002 ~ 2003 Matina PRESENTS, onde a banda teve uma pequena, porém marcante, apresentação. Um mês depois assinam com a PS Company, por onde lançaram o seu primeiro EP, Cockayne Soup (28/05), os mini-albuns ~ Akuyuukai ~ (25/06), SpellMargarita (30/07), Hankou Seimebun (01/10), e o single Gozen 0-ji no Trauma Radio (01/11).

Iniciaram sua primeira turnê juntamente com a banda Hanamuke, onde ambas lançaram um single especial, que continha versões diferentes de músicas das duas bandas, sendo que a do GazettE foi uma ‘Machibouke no Kouen De’ mais lenta.
Esta turnê foi seguida por uma segunda, dessa vez com a banda Vidoll, rendendo uma edição da revista Cure onde as duas foram assunto.
No começo de dezembro, ainda tocaram num show com o Deadman, e em 28 de Dezembro se apresentaram no festival Beautifool’s Fest, especial da revista Fool’s Mate, que teve a participação de bandas como: 雅miyavi, MUCC, MERRY, D’espairsRay, GULLET, Kra, deadman, DAIGO☆STARDUST.

2004

Em 16 de Janeiro de 2004, fizeram seu primeiro One-Man (show solo) no Shibuya-AX, que resultou no DVD Tokyo saiban ~Judgement Day~, e ainda neste mês, foi inaugurado o fã-clube oficial da banda, conhecido como Heresy.

Em 30 de fevereiro de 2004, lançaram o mini-album Madara, que chegou ao 2º lugar no Oricon Indie Charts. Em maio, Madara foi seguido por um DVD que continha seis PV’s, seus respectivos manking off’s e um comentário de estúdio. No mesmo mês, the Gazette teve sua participação na Shoxx magazine’s Expect Rush III, um catálogo de artistas independentes de Visual Kei. A compilação Japanesque Rock Collectionz e os singles Miseinen, ~Zetsu~ e ZAKUROgata no yuuutsu foram lançadas simultaneamente no dia 28/07. E em 25 de agosto lançaram o segundo DVD do ano: HEISEI BANKA. Durante Setembro e Outubro eles realizaram uma turnê ao lado de outras bandas da PS Company, Kra e BIS, sendo que a segunda não faz mais parte da gravadora.

Para terminar o ano, lançaram em 13 de outubro o primeiro álbum da banda: DISORDER, que chegou ao TOP 5 na indie Oricon Daily Charts.



2005

Depois de passar o resto de 2004 e o inicio de 2005 em turnê, ainda tiveram tempo de lançar em 9 de março o single reila, um dos que faz mais sucesso entre os fãs brasileiros. Em julho, lançaram o DVD Maximum Royal Disorder, em agosto o mini-album Gama e em dezembro o single Cassis, um dos maiores sucessos da banda e que marca o fim da utilização da grafia “ガゼット” e início da “the GazettE”. Finalizaram o ano apresentando-se no PEACE & SMILE CARNIVAL TOUR 2005, evento promovido pela gravadora PSC.

2006

O segundo full-album, NIL foi lançado logo no começo do ano, no dia 8 de Fevereiro de 2006, e incluiu um first-press edition e um regular-press edition. Com NIL eles iniciaram uma nova turnê pelo Japão, que teve seu encerramento no Nippon Budokan, a Standing Live Tour 2006 – NAMELESS LIBERTY SIX GUNS. No intervalo entre as duas partes da turnê que ocorreu em julho, fizeram seu primeiro show em terras estrangeiras, no Beethovenhalle em Bonn, Alemanha. Os shows foram organizados pela AnimagiC, convenção alemã de anime e manga.

Nesse mesmo mês lançaram ainda a primeira coletânia de Pvs, o FILM BUG I, e em agosto lançaram o DVD referente a turnê anterior. Ainda em agosto promoveram o GAZEROCK FESTIVAL IN SUMMER ‘06 – BURST INTO A BLAZE, e logo em seguida lançaram o single REGRET, no dia 25. O single filth in the beauty, foi lançado em 01 de novembro, e finalizaram o ano com uma turnê pelo japão: Decomposition Beauty, que foi de 28 de novembro a 24 de dezembro.

2007

Logo em fevereiro lançaram o single Hyena, e em junho lançaram o DVD do show final da turnê Decomposition Beauty que ocorrera no Yokohama Arena, entitulado DECOMPOSITION BEAUTY tour 2006-2007 ‘Meaningless Art That People Showed’. Em 4 de julho de 2007 lançaram seu terceiro álbum, STACKED RUBBISH, que alcançou a 2º posição no raking da Oricon em apenas dois dias após o lançamento. O álbum ainda teve uma turnê promocional que se estendeu de Julho a Setembro. Então, em outubro, the GazettE decide voltar a Europa para uma turnê, tocando na Inglaterra, Finlândia, França e Alemanha. Para terminar o ano, iniciaram a turnê Pulse Wringgling to Black que terminou apenas no ano seguinte.

2008

Ainda no meio da turnê citada acima, em fevereiro lançaram o single Guren, com o qual chegaram a 1ª posição no Ranking da Oricon no início da semana, finalizando com a 3ª posição, tendo vendido mais de 50 mil cópias. Em 14 de Julho foram convidados a participar do programa “MUSIC JAPAN ~Manatsu no Utage – 2008~”, se apresentando com as músicas AGONY e Guren, onde também participaram as bandas alice nine., LM.C, Plastic Tree, D, Nightmare, An Cafe e MUCC. . Em agosto lançaram o DVD referente a turnê iniciada no ano anterior: TOUR 2007-2008 STACKED RUBBISH GRAND FINALE [REPEATED COUNTLESS ERROR] at Yoyogi National Gymnasium Stadium. No mesmo mês realizaram novamente o GAZEROCK FESTIVAL IN SUMMER ‘08 - Burst into a Blaze.

Em Outubro iniciaram a turnê japonesa apenas para membros de seu fã clube, a FROM THE DISTORTED CITY, que se estendeu pelo mês todo. Logo em seguida, no dia 12 de novembro lançaram o single LEECH. Este, por sua vez, alcançou a mais alta colocação entre os singles do the GazettE até agora, ficando em 1º no dia de lançamento e em 2º lugar no ranking geral daquela semana.
Então, no dia 15 do mesmo mês, fizeram uma apresentação surpresa na estação de Shinjuku que reuniu cerca de 7 mil pessoas, ultrapassando em muito às expectativas. Essa apresentação foi transmitida ao vivo pelo myspace da banda, e assim muitos viram quando a polícia precisou interromper o show devido à super lotação no local.


2009

O ano se iniciou com uma apresentação no show de aniversário de 10 anos da PS Company, o PEACE & SMILE CARNIVAL ‘09, que contou com participação de todas as bandas sob o selo na época. Em 10 de Março, fizeram no Makuhari Messe o LIVE09 [-7SEVEN-], que marcava os 7 anos de “vida” da banda, e em 25 de março lançaram DISTRESS AND COMA, um novo single.Já em julho, lançaram seu 4° álbum: DIM, entrando no dia 18 de julho na turnê conhecida como Dim Scene.

Em 7 de outubro lançaram o single BEFORE I DECAY, escolhida como música tema do filme “VELOZES E FURIOSOS 4” em sua versão japonesa. Ainda em outubro, mais precisamente no dia 25, se apresentam no V-ROCK FESTIVAL ‘09, assim como diversas outras bandas do cenário Visual Kei e ainda a atração internacional Marilyn Manson. Apesar da transmissão do festival ao vivo pela internet, a apresentação da banda não foi mostrada.

O DVD TOUR 09 - DIM SCENE - Final at Saitama Super Arena referente ao último show da turnê deste ano foi lançado em 16 de dezembro. E, pra finalizar o ano, apresentaram o show A HYMN OF THE CRUCIFIXION, na véspera de natal, onde chegaram a tocar até mesmo músicas natalinas e anunciaram uma turnê especial para membros do fã-clube que ocorreria no ano seguinte.

2010

O ano começou com a apresentação do primeiro live da turnê THE END OF STILLNESS, especial para o fã clube, que aconteceu no dia 03 de janeiro no ZEPP FUKUOKA e terminou no dia 31 no ZEPP OSAKA. Em junho, Aoi criou seu twitter, causando furor entre os fãs. Em julho lançaram o single SHIVER, cuja música homônima se tornou abertura da segunda temporada do anime Kuroshitsuji, fato este que revoltou um pouco os fãs japoneses.
Logo no dia seguinte, iniciaram a primeira parte da turnê Nameless Liberty Six Bullets. Neste show, que ocorreu no Nippon Budokan, a banda anunciou que o show final desta turnê será no dia 26 de dezembro no Tokyo Dome , maior estádio do Japão, onde apenas duas outras bandas de Visual Kei tocaram. A primeira parte da turnê deveria ter se estendido até o dia 31 de agosto, mas teve os útlimos shows cancelados por um problema na garganta de Ruki.

Ainda em agosto, lançaram a segunda coletânea de PV’s, o FILM BUG II, contendo REGRET, filth in the beauty, HYENA, Chizuru (em nova versão sem cenas do filme Apartment), Guren, LEECH, DISTRESS AND COMA e THE INVISIBLE WALL.
No início de setembro foi a vez do vocalista Ruki criar seu twitter. No dia 22 lançaram o single RED, considerado incrível por outros artistas do ramo. E no dia 28, tiveram o primeiro show da turnê NLSB exibido pela emissora TV WOWOW.

A segunda metade da turnê começou em 1 de outubro e foi até 22 de novembro, terminando em dezembro com o show no Tokyo Dome.
Nesse meio tempo, a banda lançou o terceiro single do ano, no dia 15, também de dezembro, denominado Pledge.
O show do Tokyo Dome foi um marco entre os fãs, que conseguiram colocar o nome da casa de show entre os tópicos mais citados. Tokyo Dome chegou a 3º lugar nos tweets mundiais e a 1º lugar nos tweets do Brasil.

2011

O ano começou com o mais famoso empresário da banda, Sakai Ryou, deixando seu cargo para tomar conta de uma das bandas da Indie PSC, o D-Out, que logo se tornaria Major.
Já em março, ocorrerá uma turnê exclusiva para membros do fã-clube, a LIVE 2011 TWO CONCEPT EIGHT NIGHTS ABYSS / LUCY, que terá um show especial no dia 10.03 em homenagem ao aniversário de 9 anos da banda no ZEPP TOKYO.
Ainda em março, no dia 23, será lançado um álbum com as melhores músicas da banda lançadas de 2005 a 2009, entitulado BEST ALBUM TRACES BEST OF 2005-2009. O álbum conterá a música principal de cada single lançado nesse período, de Reila a Before I Decay. Nesse mesmo dia, será lançado o DVD referente ao show do dia 26.12.2010, o THE NAMELESS LIBERTY AT 10.12.26 TOKYO DOME. E para abril, acredita-se que será lançado o primeiro single do ano!

Membros

  • Ruki (ルキ) - vocal
  • Uruha (麗) - guitarra
  • Aoi (葵) - guitarra
  • Reita (れいた) - baixo
  • Kai (戒) - bateria

Ruki
Nome : Matsumoto Takanori (松本 たかのり)
Data de nascimento :1 de Fevereiro de 1982 (27 anos)
Origem :Kanagawa Prefecture, Kantou
País :Japão
Gêneros :Visual Kei
Função :Vocal
Afiliações :The GazettE
Mikoto
Kar+te=zyAnose
Ma'die Kusse
Matsumoto Takanori, mais conhecido como Ruki, é o vocalista da banda japonesa The GazettE. Antes de se integrar a banda atual, Ruki participou das bandas Mikoto, Ma'die Kusse, Kar+te=zyAnose. Suas cores favoritas são preto e rosa choque. Sua influência musical é LUNA SEA. Seu primeiro cover foi do Sex Pistols.
Uruha

Nome verdadeiro: Takashima Kouyou
Função: guitarrista
Data de nascimento: 09/06/1981
Signo do Zodíaco: Gêmeos
Bandas anteriores: - Karasu
- Ma'die Kusse
- Kar+te=zyAnose
Tipo sanguíneo: O
Altura: 177 cm
Peso: 62 kg
Aoi
Ocupação:Guitarrista
Nome verdadeiro: Shiroyama Yuu
Data de nascimento: 20 de Janeiro de 1979
Tipo sangüíneo: A
Altura: 1,71m
Local de nascimento: Mie <-- o nome da minha mãe O.O
Cores favoritas: branco, preto *-*
Animais favoritos: cães, gatos, etc
Estação favorita: inverno
Frase favorita: "Não." --'
Reita
Nome completo: Suzuki Akira (鈴木 亮)
Data de nascimento: 27 de Maio de 1981 (27 anos)
Origem: Kanagawa Prefecture
País: Japão
Gêneros: Visual Kei
Instrumentos: Baixo
Afiliações: The GazettE
Karasu

Ma'die Kusse

Suzuki Akira, mais conhecido como Reita, é o baixista da banda japonesa The GazettE. Antes de se integrar a banda atual, Reita participou das bandas Karasu, Ma'die Kusse e Kar+te=zyAnose. Suas cores favoritas são o roxo, o branco e o preto. Sua influência musical é LUNA SEA, o qual fez o seu primeiro cover: LUNA SEA - PRECIOUS.

Kai

Nome verdadeiro: Uke Yutaka
Função: bateirista (e também é o líder da banda)
Data de nascimento: 28/10/1981
Terra natal: Tokushima
Tipo sanguíneo: B
Altura: 1,72 cm
Peso: 55 kg
Hobbies: cozinhar, jogar futebol, colecionar Zippos
Banda anterior: Mareydi†Creia




Fonte: marble-hell e animesdownload23.blogspot.com

7 de mar de 2011

Saiba por que os japoneses são tão apressados

Os japoneses são campeões na organização... mesmo que seja com muita pressa!

Nos países do ocidente, o semáforo para pedestres marca o tempo que a pessoa tem para atravessar a faixa. No Japão é o contrário!  

Pessoas apressadas existem em todo o mundo. Mas uma sociedade inteira apressada - e organizada! - só mesmo em Tokyo. Basta dar um passeio por Shibuya, Shinjuku ou Meguro, alguns dos bairros mais agitados de Tokyo para se ter uma idéia da correria.
Observe as escadas rolantes, os trens, os elevadores... Com toda essa pressa, não é de admirar que existam tantos "restaurantes" para se comer em pé.
Toda essa pressa tem um nome em japonês: sekkachi, que traduzido ao pé da letra, significa "impaciência". Poderia-se até dizer que a sociedade nas grandes cidades japonesas hoje se divide em dois grupos, a dos sekkachi e a dos nonbiri, ou seja, o dos impacientes e o dos tranquilos.
Os apressados não querem desperdiçar um minuto do dia e se irritam quando o trem atrasa ou alguém interrompe o fluxo da escada rolante. Os tranquilos acompanham tudo com um silencioso olhar e se resignam a suspirar quando perdem o trem, pois, afinal, o próximo pode estar mais vazio e o mundo não vai acabar por alguns minutos de atraso. Ou vai?

  • Tudo para não ser um inconveniente Uma das razões para explicar a pontualidade entre os japoneses está no código de etiqueta: uma pessoa nunca, jamais, deve ser inconveniente com o próximo. Chegar atrasado para algum compromisso pode prejudicar o outro lado, além de tomar um tempo precioso da vida alheia. Desrespeitar essa norma significa que você não liga para os transtornos que irá causar ao outro. E isso é extremamente desagradável.
    Fonte: http://www.ipcdigital.com/br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...