31 de jan de 2012

O assassinato de Junko Furuta

"最後にもう一度だけ笑ってみたい"

Esse é um dos casos mais brutais e chocantes da história, do Japão, cometida por menores.
Em novembro de 1988, quatro rapazes seqüestraram Junko Furuta, uma moça que à época cursava o colegial, e a mantiveram em cativeiro por 44 dias na casa dos pais de um deles.
Ela foi forçada a dizer para os próprios pais, por telefone, que estava na casa de um amigo e que estava bem. Foi obrigada a fingir que era namorada do rapaz que morava na casa. Os pais dele perceberam que ela fingia e, várias vezes, ela tentou fugir, pedindo-lhes que a ajudassem, mas eles não chamaram as autoridades porque um dos raptores era um yakuza (máfia japonesa) de baixo nível e ameaçou usar suas conexões para ferir ou matar quem interferisse.
Junko foi espancada, estuprada e forçada a beber a própria urina, entre outras coisas que foi constrangida a fazer. Os rapazes a queimavam com cigarros e isqueiros, uma das vezes como punição por tentar chamar a polícia.
A crueldade foi tanta que, a um certo ponto, os ferimentos da jovem eram tão severos que ela levou mais de uma hora para descer as escadas até o banheiro, segundo um dos garotos.
Quando eles se recusaram a libertá-la, Furuta implorou para os rapazes matarem-na e acabarem com aquilo.
Em 4 de Janeiro de 1989, usando como pretexto a derrota de um deles em um jogo de mah-jongg, os quatro espancaram a moça, derramaram fluido inflamável em seu corpo e a queimaram. Ela morreu de choque, mais tarde, no mesmo dia.
Os garotos alegaram não saber o quão machucada Junko estava, pensando que ela estivera fingindo. Eles esconderam o corpo em um cilindro de 55 galões cheio de cimento, desfazendo-se dele em Koto, Tóquio.
Os garotos foram presos e tratados como adultos, mas suas identidades foram mantidas secretas pela Lei japonesa sobre crimes cometidos por menores.


Mídia

O caso despertou atenção internacional para o sentenciamento e reabilitação de jovens criminosos, especialmente pelo fato dos rapazes terem sido punidos como adultos, e se tornou uma sensação em massa.
Pelo menos dois livros em japonês já foram escritos sobre o caso.
Um Mangá escrito por Fujii Seiji e ilustrado por Kamata Youji foi lançado em 2004, contando em forma de crônicas os acontecimentos do crime.
Um filme explorador, Joshikōsei konkurīto-zume satsujin-jiken (女子高生コンクリート詰め殺人事) sobre o incidente foi rodado pelo diretor Katsuya Matsumura em 1995. Yujin Kitagawa (membro da banda Yuzu) atuou no papel do principal culpado no filme.
Outro filme, Concrete (コンクリート), dirigido por Hiromu Nakamura, foi feito em 2004, baseado em um dos livros sobre o caso.
"As Verdadeiras Histórias Modernas do Bizarro" de Waita Uziga incluem: "Estudante Dentro do Concreto", baseado no caso do assassinato de Junko Furuta.
Em 2006, a banda japonesa de Visual kei/J-rock the GazettE lançou uma música no seu álbum NIL chamada "Taion" (temperatura corporal); a música é um tributo a Junko.



Fonte: "Reality Show" e Wikipedia

Como aconteceu a Imigração Japonesa no Brasil

Nesse ano de 2012, irão fazer 104 anos de imigração japonesa aqui no Brasil. Ai eu te pergunto, você sabe me dizer como tudo isso começou? Não? Não se preocupe irei explicar pra vocês agora!

Tudo se iniciou em 18 de junho de 1908, quando o navio de Kasato Maru chegou ao porto de santos, trazendo 165 famílias japonesas.
De acordo com o site oficial do Centenário de Imigração Japonesa no Brasil, os motivos para isso ter ocorrido foi bem simples. O Brasil na época estava precisando de mão-de-obra estrangeira para as lavouras de café, enquanto o Japão estava em grande crescimento populacional. Mas o problema era que a economia nipônica não conseguia gerar empregos necessários para toda a população, então para suprir as necessidades dos dois países, foi selado um acordo imigratório entre o governo brasileiro e japonês.

O ínicio da imigração foi um período bastante complicado, pois os japoneses enfrentaram muitas dificuldades. A língua, costumes, a religião, clima, alimentação e até mesmo o preconceito. Então o que acabou acontecendo, foi que muitas famílias tentaram voltar ao país de origem, porém, eram impedidas pelo fazendeiros, que as obrigavam a cumprir o contrato de trabalho, que muitas vezes era desfavorável aos japoneses. Mas como nós sabemos, que eles são duros na queda, conseguiram vencer esses problemas, passando então a fazer a vida mesmo em solo brasileiro.
Muitos imigrantes japoneses tinham a pretensão de enriquecer no Brasil e logo depois voltar ao Japão. Mas isso não aconteceu, devido aos baixos salários, que causavam para todos os trabalhadores japoneses muitas dívidas, devido ao custo de viver.

Hoje, o Brasil tem a maior população japonesa fora do Japão. Onde a grande parte deles vive no Estado de São Paulo, mas marcando presença também no Paraná,Mato Grosso do Sul,Brasília e Pará, entre outras cidades. A colônia japonesa no Brasil está dividida da seguinte maneira:
  • Isseis(japoneses de primeira geração, nascidos no Japão);
  • Nisseis(filhos de japoneses);
  • Sanseis(netos de japoneses);
  • Yonseis( bisnetos de japoneses).
Portanto, não foi à toa que a cultura japonesa se espalhou tão rápido por aqui! Quem imaginaria que a dificuldade tremenda que eles passaram na época, faria esses dois países serem tão próximos?

29 de jan de 2012

Pratos com arroz

Veja alguns pratos japoneses, feitos com arroz.


Sushi - Um típico prato japonês. O sushi é uma iguaria que contém arroz cozido preparado especialmente com vinagre de arroz. Hoje em dia, existem inúmeros tipos de sushi:

Niguiri - pequenos bolinhos de arroz com peixe e outros alimentos. Existem incontáveis variedades de nigirizushi, alguns dos mais comuns são os de atum, camarão, enguia, lula, polvo e omelete.

Gunkan - pequenas xícaras feitas de arroz e algas marinhas secas com recheio de frutos do mar, etc. Há uma enorme variedade de gunkanzushi e alguns dos mais comuns são os de ouriço do mar e vários tipos de ovas.

Oshizushi - é um sushi prensado, onde o peixe é comprimido no arroz em uma caixa de madeira.

Norimaki - arroz de sushi e frutos do mar, envoltos em folhas algas marinhas secas. Nos incontáveis tipos de sushi enrolados, a diferença são os ingredientes e a espessura. Os sushi preparados com a "parte de dentro para fora" são muito conhecidos fora do Japão, mas dificilmente encontrados no país.

Temaki - temakizushi (literalmente: enrolado com as mãos) são cones feitos de algas marinhas e recheados com arroz, frutos do mar e vegetais

Inari - é um simples e barato tipo de sushi, onde o arroz é colocado dentro de saquinhos de tofu bem frito.


Chirashi - é um prato de frutos do mar, cogumelos e vegetais espalhados sobre o arroz.


Omusubi, Onigiri (Bolinhos de arroz) - São bolinhos de arroz cozido, enrolados nas palmas das mãos, triangulares ou redondos, envolvidos com alga marinha por fora usualmente envoltos em algas marinhas. Eles são levemente salgados e freqüentemente contém outro ingrediente dentro, por exemplo uma ameixa em conserva (umeboshi), katsuobushi, atum ou salmão.


Sekihan (Arroz cozido com feijão vermelho) - Sekihan literalmente significa arroz vermelho. Gradualmente, como o arroz branco se popularizou, o arroz vermelho parou de ser produzido e começou a ser preparado, misturando-o feijões vermelhos a uma arroz viscoso.


Kare Raisu (Arroz curry) - é arroz cozido com molho de curry. Pode ser servido com coberturas tradicionais como tonkatsu. Curry não é um condimento natural do Japão, mas é usado por mais de um século.



Chahan (Arroz frito) - foi originalmente trazido da China. Vários ingredientes adicionais como ervilhas, ovos, negui (alho poró japonês) e pequenos pedaços de cenoura e porco são misturado ao arroz, enquanto ele é frito.


Chazuke - É uma tigela de arroz colocado chá verde em cima e outros ingredientes como salmão ou tarako (ovas de bacalhau).


Okayu - É um tipo de arroz, aguado, levemente cozido, semelhante a um mingau. É apropriado para ser usado sobre o arroz e geralmente é consumido por pessoas enfermas, por causa de sua fácil digestão.




Fonte: acbj

Conheça a Tower Records

Towerrecords Shibuya towerbooks
Indo no 6º andar da Tower Records em Shibuya você encontrará uma livraria com uma variedade incrível de livros tanto japoneses, como estrangeiros e claro muitas revistas. Como vocês já devem saber, os japoneses tem um grande hábito de ler, portanto eles fazem o possível para ter aquele livro em mãos. Sabe o que muitos fazem? Reservam pela internet, para quando chegar lá, poder comprar o livro tranquilamente!
Towerrecords Shibuya
Além da disputa por livros, ocorre também a disputa por CDS. Na Tower Records tem a maior loja de CDS do Japão, não é a toa que grande raridades que talvez você queira comprar, você acaba só encontrando por lá.
Se for passear pelo Japão, não esqueça de passar por lá, você vai adorar!
Fonte: 8tokyo

25 de jan de 2012

Cinema no Japão

Você sabia que na maioria dos cinemas japoneses você escolhe o lugar de sentar!? Portanto, aquela história  de chegar horas antes para pegar os melhores lugares é passado.
Mapa da sala de cinema

Como acontece em qualquer cinema do mundo, antes ou depois de comprar os ingressos para o filme, as pessoas costumam comprar pipocas. Lá você vai notar que as pipocas são muito doces, mas claro você pode optar pela salgada, se for de sua preferência!
Sabe uma coisa impactante que você vai sentir, quando for para algum cinema japonês? Os japoneses assistem aos filmes em completo silêncio, você não ouvirá nenhum barulho, ou seja, para aqueles que estão acostumados, mesmo não gostando do barulho, das conversas, ou do celular da pessoa ao lado tocando, com certeza irá se sentir envergonhado se fizer algum barulho em um ambiente tão silencioso.
Dizem até que nos momentos engraçados de algum filme, os japoneses ficam cada um na sua, não fazem nenhum comentário, o que você acha disso? bom? estranho? diferente? Ah e mais uma coisa, uma outra situação que você pode passar vergonha é de se levantar quando as letrinhas, começarem a aparecer, se quiser evitar não faça isso xD Lá eles só saem no final mesmo, quando termina de passar todas as letras...

24 de jan de 2012

Tokyo Tower: O símbolo da ascensão japonesa

 
A Tokyo Tower, localizada no bairro de Minato, com seus 333 metros de altura é um dos principais símbolos da capital japonesa. Ela foi construída quando o Japão ainda se recuperava da destruição consequente dos bombardeios americanos que ocorreram durante a Segunda Guerra Mundial.

Um dos engenheiros responsável por elaborar o projeto da torre, Hisayoshi Maeda, sempre falou que o objetivo era destacar a tecnologia japonesa em meio às potências mundiais com sua construção. Alcançando tal objetivo, ela também passou a desempenhar a função como principal antena de transmissão. A Tokyo Tower é uma das responsáveis pelo envio dos 24 sinais de diversos canais de televisão, além de ondas de rádio FM, da região de Kanto. É de lá que são transmitidas as programações de canais como NHK, TBS, Fuji TV e TV Tokyo, isso provavelmente mudou um pouc, até porque algumas informações aqui citadas, foram de pesquisas realizadas em 2010.

De lá é possível enxergar o Monte Fuji, que está a 100km de distância- por meio dos telescópios. Pode-se observar, a olho nu, pontos turísticos como os jardins do Palácio Imperial, o moderno complexo Roppongi Hills, o edíficio da Dieta( parlamento nipônico), o sofisticado bairro de Ginza e as agitadas regiões compreendidas por Shibuya e Shinjuku. 
Abaixo vocês podem assistir um vídeo do canal aquipode da Tokyo Tower, confira:
Fonte: madeinjapan

Robôs

Vocês sabem muito bem que o Japão é um país altamente desenvolvido se falarmos de tecnologia, e não é a toa que cada ano ou cada mês que passa os japoneses que trabalham nessa área de robótica, se dedicam para criar diversos e diferentes tipos de robôs. Que são de inúmeros tamanhos e formas e que encantam pela sua engenhosidade, sejam eles utilizados na música, na medicina, nas atividades domésticas...apesar das grandes variedades que hoje eles podem realizar, muitos são contra, outros são a favor, então queria saber de vocês o que acham sobre isso!?

Eu particularmente fico admirado em ver robôs que dançam e fazem inúmeras coisas que antigamente ninguém sonharia que uma máquina faria. Muitos dizem que no futuro todos serão dominados pelas máquinas, mas eu não acho isso, pois é só o homem aprender a lidar com ela e dominá-la, se elas podem nos auxiliar porque não trabalhar junto com elas!?... bem é um assunto bastante delicado, por isso quero que vocês expressem a opinião de vocês!

22 de jan de 2012

Zashiki-warashi

Zashiki-warashi é um protetor do lar; ele ampara a casa e seus habitantes. Aparece freqüentemente em contos de fadas ou de mitologia nativa. Zashiki em japonês significa quarto e Warashi, no dialeto da região de Aomori, significa “criança”, portanto Zashiki Warashi quer dizer “criança do quarto”.

Uma vez que o Zashiki-warashi escolhe uma casa, ele traz prosperidade e felicidade aos seus moradores, além de protegê-los de perigos. Mas, por outro lado, se o Zashiki-warashi abandona a casa, ela pode até desabar.
Ele mora no espaço astral, e apenas quando algo acontece, os moradores correm perigo ou ameaças rodam a casa, ele se manifesta para salvá-los.

O típico Zashiki-warashi aparece como uma pequena criança, geralmente uma menina de cabelo curto, usando um kimono.
As razões que levam o Zashiki Warashi a escolher uma casa são desconhecidas. Alguns afirmam que ele é um espírito dos ancestrais que habitaram aquele lugar.
Existem muitos casos registrados e diversas situações em que as aparições desses seres se fizeram presentes. Nos dias atuais, existem várias casos ou lendas urbanas que falam da aparição desses seres nas grandes cidades.



18 de jan de 2012

Japão e seus diferentes endereços

Você que algum dia pretende conhecer o Japão, antes de ir aconselho-os a perguntar sobre algum ponto de referência, e claro comprar um mapa em inglês e outro em japonês( o primeiro para você ler e o segundo para algum japonês te ajudar, quando você precisar), pois como já informei quem acompanhou pelo twitter, por incrível que pareça as ruas não têm nomes. Portanto resolvi fazer um post, falando um pouco mais em detalhes como funciona os endereços por lá!

A cidade é dividida em zonas, o choume. Depois dividi-se o choume em banchi, que é uma sub-divisão das zonas. Depois cada casa ou edifício tem o seu número. Portanto, se o endereço da casa for por exemplo: IMATAWARI 1-2-3, significa que esta casa está localizada na zona 1, no bloco 2, número 3 do bairro de Imawatari. Para os países que estão acostumados com o endereçamento diferente, ao chegar no Japão se depara com uma situação complicada. Mas ai é que entra o GPS, chamado por lá de nabi( de navigation), que a maioria dos carros tem por lá.
nabi

16 de jan de 2012

Dia da Visita a Enma

Esta visita ao Enma é comemorado no dia 16 de Janeiro, pois acontecem muitas visitas dos japoneses aos templos, para lembrar que Enma é tido como o "rei do inferno e juiz dos mortos”.
Enma Dai Oh  é, segundo o Budismo, um dos 10 deuses que julgam os mortos no mundo dos espíritos conhecido pelo seu grande poder e calma budista, conhecido como Rei Kai . Segundo o Budismo, após a morte de uma pessoa, de 7 em 7 dias ela é julgada por um dos 10 deuses até que se complete o julgamento, mas no budismo japonês ele é o único juiz dos mortos. Enma Dai Oh é o quinto deus a julgar, fazendo-o no trigésimo quinto dia após a morte. O significado de seu nome é "Grande rei demônio". 

Na cultura japonesa:
  • Você com certeza deve lembrar muito bem dele, pois ele apareceu como personagens nos animes Dragon Ball(Foto1) e YuYu Hakusho(Foto 2) e muitos outros, fazendo exatamente o papel que faz na cultura japonesa.
Foto 1
Foto 2

Fonte: radiomongagua

14 de jan de 2012

Kaomojis

Todo mundo sabe que quando estamos conversando com alguém que está distante geograficamente falando, principalmente pela Internet, costumamos utilizar carinhas para representar nossas emoções durante a conversa, e isso não seria diferente no Japão! Os japoneses chamam essas carinhas de kaomoji( que seria algo como "caracteres de rosto"), o nome pode ser novidade, mas o uso dela é muito comum, pois nos doramas, mangás e animes, é comum encontrar eles utilizando nos sms, ou mensagens de texto de celulares....
A palavra kaomoji é formada pela composição de duas outras palavras: 1.Kao( que seria cabeça) e 2.Moji( que significa marca). Abaixo então, trouxe uma tabela com todos os kaomojis que são utilizados, e tenho certeza que não são todos que é de seu conhecimento, portanto essa é a chance de poder aprender novos, espero que gostem!
=======================================================================
(^-^)feliz
(^O^)rir
(^-^)vvitória
( --)triste
(T-T)chorar
(_ _ ,)/~~derrota
(^_^X)Yakuza
(-_-)sério
m(_ _)mdesculpa
(O.O;)(oo;)com filho
(")~rato
(=^-^=)gato
(º|º)Ultraman
(oº-ºo)Pikachu
<(º-º)>Kirby
(-)_(-)ET
(^o-o^)porco
(^..^)~hamster
('v')ave
{[(-_-)(-_-)]}dormir juntos
(^_^)/ Oi!falar:Oi!
(^_-)piscar
(=_=)olheiras
(´O´)cantar
(^_^)( ^_)( ^)( )(^ )(_^ )girar
(^3^)beijo
o(^^o) (o^^o) (o^^)oalegria
(--)(__)(--)(__)sim
(~o~)bocejar
(;^_^Aenxugar suor
(/'o')/ajuda
(?_?)tentando entender
(+_+)bom
(*_*)ruim
CCc= Cc= (;'_')/correr atrás
...((((( ((;^^)sair
(((((^ ^;)chegar
.....((;^^)sair de fininho
(_ _)zzZZdormindo
(_ _)..ooOOsonhando
(>_< )( >_<)não
(>_<")ferido
(X_X)morto
{{ (>_<) }}frio

f(^_^)coçar cabeça
"(o_ _)o"socar o chão
(^-^)bpositivo
d=(^o^)=b+ positivo
v(^-^)vVitória!
(^-^)ggooool!
w(^o^)WUau!
q(^-^)negativo
q(--´q)+ negativo
Q(^-^Q)lutar
(;^^)===C<T_T)beliscar
3(-_^;)beliscão
(;^_-)cpegar
(^O^)Wpapel
(^O^)gpedra
(^O^)ytesoura
(^.^)bexplicar
p(._.)abaixo
o(><;)(;><)obrigados
(^_-)db(-_^)promessa
(-.-)y-~~~fumar
(^o^)//aplaudir
(^-^)/~~despedir-se
(o_ _)ocair
(((.. )( ..)))procurar
(..)ler
Ø(. . )escrever
(* ^3(*^-^*)beijar
o(^-^o)(o^-^)odançar
!(^^)!Banzai! Boa Sorte!
(+_+)(-_-)(-.-)(_ _) ..zzZZpegar no sono
(_ _)(-.-)(~O~)(-_-)(^-^)acordar
(*^-^*)rubor
(-_- ;)nervoso
(-_- #)irritado
( ^_^)(^_^ )bons amigos
(`_')desconfiado
(@-@)surpreso/hipnotizado
(^^;)constrangido
o(o_0)oabobado
( ^_^)Û---------Û(^_^ )telefonar
(-_-)/~~~~~~~~punição
(-_-#)desagradável
(-_-;)suando


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...