24 de dez de 2013

Como o Natal é comemorado no Japão?



As perguntas mais comuns que aparecem para nós nesta época de Natal é: "No Japão existe Natal? Como eles comemoram esta data? É muito diferente?". Para responder de forma clara e confiável estas perguntas, nos baseamos nas postagens de Natal de dois blogs que gostamos e acompanhamos demais o perdidanojapao da @Thaisfioruci e o meujapao da Karina @meujapao :)

Então vamos lá! 

Os Japoneses não celebram o Natal como em outros países pois a grande maioria da população é budista ou xintoísta. Mas mesmo assim, de acordo com a Karina, você encontrará belíssimas decorações e iluminações espalhadas pelo Japão, que são uma beleza para os turistas!


Como afirmou a Thais: "apesar de existir uma parcela mínima de cristãos que celebram de maneira tradicional, o Natal é uma data puramente comercial".  Podemos até dizer que na verdade, o Natal por lá é quase um Dia dos Namorados do Brasil. Pois, ao em vez de se reunir com familiares, os japoneses, principalmente os mais jovens, preferem comemorar a dois, seja com um jantar romântico ou aquela ida a um hotel ou motel com seu parceiro(a).

Além dos estabelecimentos ganharem com as saídas dos casais, como mencionei acima, muitos outros ganham com a venda dos Kurisumasu keki (que seria Bolos de Natal em português), que para a Thais são "Pequenos, caros e lindos" rsrs 


E além do Bolo de Natal, outro prato que não pode faltar na noite de Natal é o frango assado.


E como a maioria da população como mencionei anteriormente é budista ou xintoísta, "mais importante do que o aniversário de Jesus Cristo é o aniversário do imperador Akihito". Por isso dia 23 de Dezembro é feriado no Japão ( ele completou este ano 80 anos ^^). Então, nos dias 24 e 25 de Dezembro, os japoneses trabalham normalmente....


Para complementar tudo isto que falamos, vai um vídeo do CrazyJapanTV do Márcio falando sobre o Natal:


Para finalizar, todos nós da Equipe do Japancultpopbr desejamos a você e toda sua família um Feliz Natal ( Merii Kurisumasu )!!!

Lei para ciclista no Japão tornou-se mais rigorosa


Em 2012 no mês de Outubro, nós reproduzimos uma matéria muito interessante do blog suri-emu aqui no Japancultpopbr sobre as normas e multas que existem para o pessoal que anda de bicicleta no Japão. Se você ainda não leu esta postagem, vale a pena dar uma lida! :) 

Como reproduzimos esta ótima postagem sobre normas e multas, achei que seria válido trazer também informações ainda mais atuais sobre elas que saiu no início deste mês de Dezembro no ipcdigital.

A notícia diz que desde do primeiro dia deste mês de Dezembro, a lei para os ciclistas tornou-se mais rigorosa. "O ciclista só pode andar do lado esquerdo da pista, seguindo o fluxo dos veículos, pedalar do lado direito da rua é infração".

A regra comentada acima já fazia parte da lei de trânsito desde 2008, mas por não estar sendo respeitada, os policiais prometeram aumentar a fiscalização e quem infringir esta regra pode chegar a pagar "multa de 50 mil ienes e prisão de até três meses.

O mais interessante que achei da notícia é que ela ainda comenta que os policiais japoneses "têm realizado cursos em escolas brasileiras para ensinar como andar de bicicleta dentro da lei.", como pedalar nas calçadas, pois como vocês sabem no Brasil é muito comum isso acontecer, mas enfim é uma iniciativa muito boa, que deve funcionar aos poucos aqui! :)

Voltando ao Japão, uma outra regra que deve ser seguida é não pedalar nas faixas de pedestres e "a lei também estabelece o uso obrigatório de capacete em crianças menores de 13 anos".

E nem pense em falar ou mandar mensagem no celular, escutar música enquanto pedala, pois isso tira sua atenção e agora é considerada uma infração "que pode acarretar multa de 50 mil ienes". 

Para os engraçadinhos que desrespeitarem as sinalizações de trânsito, vão dançar também, pois se forem pegos irão pagar os 50 mil ienes também!

Já para os ciclistas alcoolizados, a pena mais alta é reservada para eles: são cinco anos de prisão, além de uma multa de 500 mil ienes.

Portanto, meus amigos, se você mora no Japão há um bom tempo e principalmente se chegou no país há pouco tempo ou até mesmo está apenas conhecendo o país nipônico, muito cuidado quando for andar de bicicleta para não vacilar e infringir as leis impostas.

8 de dez de 2013

Parabéns para nós, pelos 3 anos de blog! :)


No dia 26 do mês passado foi uma data muito especial para nós da equipe do Japancultpopbr, pois completamos três anos de blog! =) Nós estamos muito felizes, pois com muita dedicação desde da criação blog nós temos conseguido alcançar o nosso objetivo, que é de reunir em nosso espaço os melhores conteúdos sobre o Japão que estão espalhados pela Internet! 

Sim é verdade que não estamos mais presentes como antes, mas é a vida! A cada ano que passa as responsabilidades aumentam, todos nós trabalhamos, fazemos pós-graduações, e outras coisas que no início não eram nossas prioridades! 

 Sempre continuarei pedindo desculpas pelo nosso sumiço, pois nesse tempo de vida do blog, conhecemos muita gente legal de diversas partes do Brasil, e até mesmo de outros países e foi isso que contribuiu bastante para que pudéssemos a cada dia evoluir mais e mais! o/ Pois cada um tem uma visão diferente, e foi justamente com as críticas, sugestões e elogios que conseguimos chegar até aqui, o apoio de todos foi fundamental e ainda é! 

 Por isso sempre que possível, mesmo que seja até mesmo uma vez por mês ou uma vez na semana, daremos as caras por aqui ou nas redes sociais onde estamos presentes, não iremos abandonar vocês! Portanto, gostaríamos que vocês fizessem o mesmo e continuem lendo as matérias que já postamos nos meses e anos anteriores :) Vale lembrar que não ganhamos nada com o que fazemos, somos puros fãs da cultura japonesa, o nosso pagamento é saber que vocês todos estão gostando do nosso "trabalho"! ^^ (*vejo mais como um hobby :P)

Como eu disse o ano passado seria uma maravilha fazer uma festa e reunir todos os nosso seguidores do twitter e o pessoal que segue a nossa página no Facebook...como isso é impossível rsrs Imaginem que estamos todos reunidos em clima de muita festa, porque afinal completamos mais um ano *3* Uma pena que este ano não deu para fazer os sorteios que sempre fizemos, mas se surgir aquele tempo livre, temos algumas coisinhas para sortear, porque com a gente é assim, o aniversário é do blog, mas quem ganha é sempre vocês! o/ 

Um grande abraço de toda nossa equipe :) e obrigado por estarem conosco nesta caminhada!

2 de nov de 2013

Como e onde pegar um táxi no Japão

Olá pessoal como vocês estão? Espero que todos estejam muito bem! Começamos aqui pedindo desculpas pelo sumiço mas o motivo nós explicamos na postagem: comunicado, mas resumidamente é o mesmo motivo de sempre muito estudo e trabalho rsrs Vamos então a matéria de hoje!?

Bem, hoje trouxe pra vocês algo que nunca havíamos abordados antes no blog e que sem dúvida é essencial para nos salvarmos em diversas situações. Iremos falar para você que ainda não foi para o Japão mas pretende ir em breve, ou até mesmo começou a morar nas terras nipônicas a pouco tempo, onde e como deve pegar um táxi. E tomamos como base a experiência vivida pela americana Ashley, descrita em seu blog: survivingnjapan, recomendo a leitura as pessoas que ainda não conheciam =]

Sabemos que o Japão sem dúvida tem um sistema de transporte público muito eficiente e desenvolvido, com trens balas que viajam por todo o país, além dos ônibus que também estão disponíveis em vários lugares.

Mas em algumas situações os ônibus não são acessíveis . Às vezes, a estação de trem é muito grande. E você precisa ir, por exemplo, a algum lugar com a sua bagagem, sem enfrentar muito tumulto, vamos dizer assim. Neste caso, a alternativa seria talvez ligar para um amigo(a) ou pedir uma carona, mas e se o seu amigo(a) japonês(sa) estiver ocupado(a) e sabendo que pedir carona pra qualquer um é perigoso rsrs, você vai precisar de uma alternativa: chamar um táxi.

Na maioria das estações de trem da cidade , seja ela grande ou pequena, terá sempre diversos taxistas do lado de fora esperando somente passageiros aparecerem. Mas imagine que você quer que algum taxista vá buscá-lo(a) em casa ou em outro local, nesta situação você precisará ligar para um. E por isso a Ashley recomenda quatros maneiras fáceis para você encontrar um táxi:

  • Da próxima vez que você estiver em uma estação de trem não esqueça de anotar no seu celular o número de algum taxista;
  • Pesquisarタクシー( takushii ) mais o nome da cidade online. Os resultados devem mostrar alguns lugares que você pode chamar;
  • Procurar um site como o taxitaxi.jp. Os locais são em japonês , mas relativamente fácil de usar. Basta procurar pelo local onde você se encontra e escolher qualquer um da lista que aparecer e novamente não esqueça de adicionar o número ao seu celular;
  • Agora, se você estiver em um local de trabalho, algum colega de trabalho pode chamar um pra você sem problemas, e nos hotéis com certeza vai ter alguém que fará isso para você também. Basta dizer: "タクシー を よん で ください" ( takushii o yonde kudasai).




Marcando um local com o taxista

A Ashley ainda nos mostrou como pode ser o bate-papo na hora marcar um horário ou local para que um taxista possa te pegar, segue:


    
お迎え に 来 て もらえ ます か.
    
おむかえ に き て もらえ ます か.
    
Omukae ni pipa moraemasu ka ?
    
Você poderia vir me buscar ?
"Provavelmente eles irão responder que sim e irão solicitar o endereço, que pode parecer algo como":

    
住所 は どこ です か.
    
じゅうしょ は どこ です か.
    
Juusho wa doko desu ka ?
    
Qual é o seu endereço ou de onde você quer ter pego ?
"Diga para ele o seu endereço em japonês (ou o endereço de onde você está, ou um ponto de referência na área)" .
"Em resposta, eles deveriam dizer algo ao longo das linhas de OK e , em seguida, mais provável :

    
今 から お迎え に 来 ます.
    
いま から おむかえ に き ます.
    
Ima kara omukae ni kimasu .
    
Eu estou no meu caminho para você .
Eles podem lhe dar uma estimativa de tempo de quando eles vão chegar.
Obviamente que a conversa não será exatamente esta mas não se preocupe, caso você não domine bem o japonês, é só pedir para ele repetir o que ele falou :)
Como chegar ao local onde você pretende ir 


 Uma vez que você está no táxi, o motorista pode pedir "どちら へ? " ( Dochira e? ) Ou "どちら へ いき ます か? " ( dochira e ikimasu ka ? )
"Diga-lhes (ou mostre-o), onde você quer ir. Você pode dizer o nome_do _local+onegaishimasu )" .
"Se você mostrar-lhes um endereço, você pode dizer "ここ へ 行っ て ください" ( koko e itte kudasai )".
Caso ele não conheça bem, eles podem pedir pontos de referência ou você pode dar algumas instruções simples ao longo do trajeto como por exemplo:

    
Vire à direita aqui , por favor.
    
ここ で 右 に 曲がっ て 下し.
    
ここ で みぎ に まがっ て ください.
    
Koko de Migi ni Magatte kudasai .

    
Vire à esquerda aqui , por favor.
    
ここ で 左 に 曲がっ て くさい.
    
ここ で ひだり に まがっ て ください.
    
Koko de Hidari ni Magatte kudasai .

    
Vá em frente , por favor.
    
真っすぐ 行っ て ください.
    
まっすぐ いっ て ください.
    
Massugu itte kudasai .

    
É ao lado de _______ .
    
_______の 隣 に あり ます.
    
_______の となり に あり ます.
    
_______no tonari ni arimasu .
Exemplo:
交番 の 隣 に あり ます.こうばん の となり に あり ます.Kouban não tonari ni arimasu .É ao lado da delegacia.

    
É através de _______ .
    
_______の 向かい に あり ます.
    
_______の むかい に あり ます.
    
_______ Não mukai ni arimasu .

    
É perto _______ .
    
_______の 近く に あり ます.
    
_______の ちかく に あり ます.
    
_______no Chikaku ni arimasu .

    
Aqui está tudo bem.
    
ここ で いい です
    
Koko de ii desu .
Vimos que não é muito mistério você pegar um táxi por lá, e acredito que em qualquer outro lugar do mundo não seja. Se não domina bem a língua nativa, opte por gestos ou alguma outra coisa que vier a cabeça :3 E para finalizar termino com uma frase da Ashley: " Apesar das tarifas caras , você deve ser capaz de chegar onde você está indo ou fazer o que você precisa fazer."

6 de out de 2013

A lenda de Urashima-tarô

Urahima-tarô, um humilde pescador, percebendo que uma tartaruga estava sofrendo maus tratos de um grupo de meninos, foi em seu socorro. Pediu a eles que a deixassem em paz. No entanto, disseram que, como tinham achado a tartaruga, ela lhes pertencia e podiam fazer o que bem entendesse com a criatura. O pobre e bondoso pescador, então, ofereceu a eles os poucos trocados, que havia conseguido com a venda dos peixes, em troca da pobre criatura. Os garotos pegaram o dinheiro e deixaram a tarataruga ferida. O pescador tratou de seus ferimentos e a soltou no mar.

     Tempos depois, Urashima-tarô pescava em alto mar, uma tartaruga surgiu e lhe perguntou se a reconhecia. Disse ser a tartaruga que havia sido salva por ele dos meninos maus. Por ser ter ficado muito grata, ela falou que devia a vida a ele, e em seguida o levou a conhecer o mundo encantado do fundo do mar em seu casco.

     O senhor dos mares recebeu o bondoso pescador e, por ter salvado a tartaruga, convidou-o a se hospedar no seu castelo, pelo tempo que ele desejasse. Urashima-tarô se encantou com aquele mundo e decidiu permanecer por lá.

    Mas, depois de algum tempo, o pobre pescador passou a sentir falta da família e da sua terra. Decidiu, então, voltar para casa. Os seus amigos e o senhor dos mares tentaram convencê-lo a não partir, mas a saudade provocou nele um desejo maior e ele resolveu voltar para o seu lugar.

    O senhor dos mares, convencido de que Urashima-tarô estava decidido a deixar o mundo encantado do fundo do mar, o presenteou com uma caixinha mágica, e pediu a ele que nunca a abrisse. Seus amigos lhe prestaram uma homenagem na despedida; e lhe disseram que fosse feliz em convívio com seus semelhantes, os homens. A tartaruga o levou de volta para a superfície.

    Já no seu lugarejo, Urashima-tarô encontrou uma aldeia diferente. Não encontrou sua casa e nem sua família. O curto período que tinha vivido no reino do fundo do mar, onde o tempo corria lentamente, havia significado anos na sua terra. E por estar vestindo uma roupa antiga, em todos os lugares que passava, as pessoas o olhavam com curiosidade. Passou a vaguear pelas ruas solitariamente.

    Desolado e triste, o pobre pescador resolveu abrir o presente, descumprindo o pedido do senhor dos mares. Uma fumaça branca saiu de dentro da caixinha mágica aberta e o envolveu. Quando a fumaça se dissipou, deixou à mostra um Hurashima-tarô velho, com a barba e cabelos brancos. Assim que deu por si, ele percebeu o quanto era valioso o presente, pois a caixinha guardava a "eterna juventude".

   Esta lenda nos mostra o quanto o povo japonês ama a sua terra. O nosso personagem, Urashima-tarô, vivia num paraíso, onde se encontrava a juventude eterna e havia abundância de alimentos; no entanto, renegou tudo para retornar à sua pátria. Mostra também que os humanos devem viver no seu mundo, onde há geração e degeneração; e o mais importante: o homem deve sempre voltar para si mesmo.
 
Fonte: Gostodeler

8 de set de 2013

Comunicado

Meus queridos amigos e amigas que acompanham o nosso blog seja por aqui ou pelas redes sociais gostaríamos de pedir desculpas a vocês mais uma vez! Infelizmente todos os membros da equipe, a cada dia que passa está com mais responsabilidades, me refiro a trabalho, pós-graduações e etc e isso tem realmente dificultado a todos nós estarmos mais presentes! 

Portanto, peço a compreensão de vocês, pois nós diminuiremos bastante no número de postagens, se já estava pouco, agora é que vai diminuir  Mas nem se preocupe que sempre que aparecer aquele tempinho livre, estaremos ai rsrs Não ganhamos nada com blog, fazemos por puro prazer e gosto pela cultura japonesa, por isso, também sentiremos bastante! Apesar dessa situação, vocês tem acesso a diversas matérias interessantes que já registramos aqui  e que valem a pena conferir, basta navegar nas abas das postagens, que você encontrará do bom e do melhor sobre o Japão! ^^

Acredito que tem muita coisa ainda que vocês não leram que postamos aqui, por isso peço que vocês continuem lendo o blog pois não abandonaremos vocês, apenas como mencionei anteriormente diminuiremos o ritmo!



obrigado pela atenção de todos
e um grande abraço 

13 de ago de 2013

A importância da pontualidade japonesa

Quem nunca se atrasou para um encontro marcado com familiares, amigos ou até mesmo seu namorado ou namorada? Não seria certo eu afirmar que todos nós (brasileiros) deixamos tudo pra cima da hora, pois estaria sendo injusto, mas nós temos essa fama não é verdade!? rsrs

Eu admito que algumas vezes já atrasei em encontros marcados mas costumo sempre chegar na hora marcada, justamente para não fazer a pessoa esperar, até porque se eu estivesse esperando no lugar dela, não ficaria nada feliz, se for muito tempo óbvio! xD 

O motivo para ter tocado neste assunto, é porque na matéria de hoje irei abordar como os japoneses lidam com a questão do atraso e da pontualidade...Vamos a ela!?

No Japão, respeitar a pontualidade, em japonês "Jikangenshu" não é considerada apenas parte da etiqueta do país, mais do que isso é uma questão de educação e respeito ao próximo. Você  chegar atrasado a um compromisso é uma atitude de profunda deselegância e gravíssima falta de consideração.

Portanto, caso você vá se atrasar faça de tudo para avisar sobre o seu atraso, justamente para evitar uma situação nada agradável, pois os japoneses ficam irritados com este tipo de situação.

 Vejam o quanto a hora certa é importante para eles:

Trens

Se nossos queridos amigos japoneses não toleram o atraso, quando falamos então dos trens, fique bem claro que atrasos de poucos minutos faz você perder o seu transporte para casa rsrs (abordamos um pouco sobre isso na matéria: Que horas passa o trem mesmo?). 

Quando imprevistos acontecem seja por causa de acidente, terremoto, tornado ou falhas no sistema, não se preocupe que os auto-falantes das estações como os monitores internos dos vagões te avisam sobre prováveis atrasos.

Compromisso
 Para evitar aquela irritação por parte de quem está esperando, como comentei anteriormente, nada de chegar depois da hora marcada hein!? No mínimo chegar 15 minutos de antecedência é o adequado :)

Escolas

Quando um aluno chega atrasado para assistir aula, o mesmo é chamado atenção e alguns casos, os professores orientam os pais sobre este comportamento, não muito diferente daqui não é mesmo!? A única diferença é que lá se o aluno faltar muito ele tem pontos reduzidos no seu boletim e aqui no Brasil, não sei se na maioria das escolas é assim, o aluno é suspenso... 

Seguros

Os seguros contra acidentes de carro são realizados com prazo de validade contendo dia, mês, ano e horário (geralmente até 16 horas). Então caso você sofra um acidente de trânsito às 16:05 e não tenha renovado o seu seguro, você dança, por que eles não irão pagar o prejuízo ;x

Empregos

Se você estiver concorrendo a uma vaga, pode ter certeza que lá também os recrutadores avaliam o horário que você chegou para a entrevista. Se você já estiver trabalhando, não esqueça da dica que dei no início da matéria, comuniquem a razão da sua falta, pois principalmente no trabalho isso pode ter causar problemas.

Perceberam o quão importante é seguir os horários combinados, para os japoneses? Eu mesmo depois dessa, vou me policiar cada vez mais e sugiro que você faça o mesmo, pois a final nossos afazeres giram em torno de horas, minutos e segundos :)

Fonte: istoejapao

4 de ago de 2013

16 anos de One Piece!!!


Há exatamente um ano (quando a série, obviamente, completava 15 anos), fizemos questão de postar um texto que o nosso querido puera escreveu e hoje estamos fazendo o mesmo!

"Quem iria imaginar que através da genialidade de Eiichiro Oda, uma das maiores histórias que já tive a honra de acompanhar iria se tornar praticamente uma das minhas linhas de filosofia de vida?

Aquela história aparentemente (repito: APARENTEMENTE) simples e que te faz ficar acompanhando pelo carisma, com o tempo vai ganhando maturidade, força e coesão de forma espantosa. Quando menos se espera você se sente magicamente envolvido com aquela trama que cresceu e ganhou vida própria onde dividem-se momentos de extrema felicidade (com direito a crises de riso) e extrema emoção (com direito a olhos visivelmente molhados) através de personagens tão humanos que é impossível não se identificar com eles e se sentir no meio deles.

Quem diria que personagens que nunca existiram fossem ensinar tanto...? Aliás, quem disse que não existem? Tudo o que sentimos ao vermos cada momento dessa obra faz com que eles sejam um pouco nós mesmos. Nós somos cada um deles. E se o que sentimos não é real, então não sei o que é. Hoje muito do que sou aprendi com essa série e não nego isso.

Que venham mais aniversários para comemorarmos e celebrarmos a saga do garoto que saiu pro mar com um chapéu de palha, conquistou um mundo inteiro, alcançou seus sonhos e montou a melhor tripulação-família de todos os oceanos onde todos também alcançaram seus sonhos.

Acredite na sua bandeira e nunca deixe seus ideais para trás. Vamos cada um em busca do seu próprio tesouro. Afinal de contas, estamos todos na rota e vamos seguir em frente em novos mundos que nos aguardam! Enfim,

Omedetou gozaimasu, One Piece!
Arigato, Oda-sensei!
Pela sua obra e por me trazer tantos amigos através dela!

We are on the cruise... and we go to the new world!

"kaizoku ou ni ore wa naru"

(by Luiz Puera)

30 de jul de 2013

Jinrikisha


Em 1870, o Jinrikisha foi introduzido no Japão. Ele nada mais era do que um meio de transporte que foi usado pela elite, até mais ou menos o início do século XX. Mas com a chegada de outros tipos de transportes, como carros, ônibus e trens, o mesmo ficou para trás.

Mas não pensem que eles sumiram do mapa, os Jinrikisha são muito utilizados hoje em dia como uma outra forma de realizar um passeio turístico.  E sem dúvida você terá um bom passeio, pois os seus condutores, geralmente jovens japoneses e que falam inglês, com muita simpatia fazem questão de levar você a bons lugares, ensinam os costumes e formas de referência...e como disse a @LehouHelena do vidasemvoltas: "Tudo isso torna o jinrikisha um memorável passeio turístico, além de cultural e a volta às origens dentro da modernidade".

Se você ainda não conhecia e achou interessante, não esqueçam de passear neles, quando forem ao Japão. Você pode encontrá-lo em vários pontos de Asakusa que fica em Tóquio, bem como em Kyoto, Hokkaido, Hiroshima, Fukuoka, Nara, entre outros.


 Ah e não pense que é só no Japão que você pode se deparar com um desse não! Outros países asiáticos também oferecem essa divertida opção de turismo e lazer.

E pra finalizar, um vídeo curtinho mais que dá pra perceber o quão divertido é o passeio =) :

9 de jul de 2013

Tanabata Matsuri


O Tanabata Matsuri, traduzido como Festival das Estrelas, é uma celebração que tem origem num lenda japonesa criada há muito tempo atrás, comemorada no sétimo dia do sétimo mês do ano. 

De acordo com a lenda, próximo da Via-Láctea morava uma linda princesa chamada Orihime, a Tanabatatusme, tecelã celestial, que passava seus dias solitários tecendo roupas para os deuses.

Certo dia, o Senhor Celestial, pai de Orihime, permitiu que ela tivesse uma folga para descansar um pouco. Em seu descanso, enquanto vagava pelo céu, a jovem conheceu o pastor Kengyu, o qual se apaixonou à primeira vista. 

Como estava cegamente apaixonada pelo pastor, a tecelã acabou esquecendo de seus afazeres e parou de tecer os tecidos celestiais. Sabendo disso, o Senhor Celestial enfurecido forçou a separação dos dois, fazendo com que cada um deles fosse morar em lados opostos da Via-Láctea, transformando o casal nas estrelas Altair e Vega e ordenou que ambos voltassem imediatamente as suas obrigações.

Insatisfeita com a situação, a jovem chorava todos os dias sem parar. Mas para felicidade de Orihime um determinado dia, as outras divindades, foram até o Senhor Celestial pedindo que ele reconsiderasse a pena imposta aos dois amantes. Após o pedido, o pai de Orihime enfim permitiu o encontro anual entre os dois. Assim, a cada ano no sétimo dia do sétimo mês, uma ponte de pássaros celestiais é construída para que os dois se encontrem novamente.
É costume nesta data, escrever pedidos em tiras de papel colorido, os conhecidos Tanzaku e amarrá-los em ramos de bambu, para que sejam levadas até os céus. Cada cor do Tanzaku representa algum tipo de desejo:
  • Amarelo - Dinheiro
  • Branco - Paz
  • Rosa - Amor
  • Verde - Esperança
  • Vermelho - Paixão

Além disso o Tanabata Matsuri é acompanhado de vários shows de cantores, Taikô, danças folclóricas e muitas outras variedades.

E agora deixo vocês com dois vídeos do Tanabata Matsuri deste ano, que mostra o que abordamos anteriormente na prática =) :



7 de jul de 2013

As trívias de Mameshiba



MAMESHIBA (mame = grão; shiba = raça de cão) é como se chamam uma série de personagens que não são nem um grão, nem um cachorro, mas uma mistura (estranhamente) fofinha de ambos. Eles amam aparecer do nada e oferecer trívias aleatórias, quer as pessoas queiram ou não.



Os vídeos estão em Japonês, mas todos possuem uma opção para ver anotações/traduções para o inglês de todas as falas e legendas (botão que parece um balão de diálogo e que fica na base do vídeo perto das outras opções comuns a todos os vídeos do youtube).

Os pequenos 'memeshibas' possuem seu próprio site oficial (inglês/japonês) com os vídeos, jogos, produtos e outras informações.

fonte: site oficial.

26 de jun de 2013

HONEBANA e SHINSEKAI [TOUMEI HYOUHON]



A principio, o título pode levar vocês a imaginar um novo mangá ou anime... Mas a postagem de hoje é sobre artes.

HONEBANA 骨花 (Flor de Osso) e Shinsekai [Toumei Hyouhon] 新世界『透明標本』(Novo mundo [Espécie Transparente]) são projetos bem diferentes de dois jovens artistas japoneses. Pode-se dizer que eles trabalham de forma no mínimo interessante e esteticamente atraente a morte ou seus produtos.





HONEBANA
 Lótus
Flor de Cerejeira


SHINSEKAI [TOUMEI HYOUHON]
Rikugame
Jackson Chameleon



Em HONEBANA, Tokushige Hideki trabalha com a criação de esculturas de flores utilizando ossos. O trabalho é dividido em quatro etapas:

Tirar os ossos
Fazer flores
Capturar imagens
Quebrar as flores e retorná-las à Terra

Tokushige utiliza ossos e pele de ratos mortos que são vendidos em petshops para servirem de alimento para animais de estimação.
Mas, qual o motivo para utilizar um material tão singular?
Em um depoimento sobre seu trabalho, explica que a relação entre humanidade e ossos de animais como material de trabalho é algo que remonta ao começo de tudo. Comenta que os humanos costumavam fazer ferramentas e ornamentos de ossos e trabalhar com elas. Que nosso mundo é um mundo de produção e sempre foi.
Lembra também que flores são utilizadas para homenagear os mortos desde muitos séculos atrás. O ser humano consome carne e utiliza-se da pele de outros animais há séculos, mas os ossos não tem mais sido vistos no dia-a-dia, ainda assim voltaremos todos a ser apenas ossos e acabaremos voltando a ser parte da terra.
O rato congelado, que termina sua vida em uma gaiola estéril e que servirá de alimento para um animal de estimação, representaria também um senso de nossa visão moderna da natureza e da vida.


Já em SHINSEKAI [TOUMEI HYOUHON], Iori Tomita trabalha com corpos de animais mortos, deixando suas carnes e peles transparentes e seus ossos e cartilagens de cores vibrantes utilizando enzimas.
O trabalho de Tomita pode levar semanas para ser concluído, dependendo da complexidade e do tamanho do animal em questão.

Sobre seu trabalho, Tomita diz:
Eu crio espécimes transparentes como peças de trabalho que ajudam as pessoas a se sentir mais perto das maravilhas da vida.
As pessoas podem olhar para os meus espécimes como material acadêmico, uma obra de arte, ou até mesmo uma entrada para a filosofia. Não há limitação de como você interpretar seu significado.
Eu espero que você encontre no meu trabalho uma "lente" para projetar uma nova imagem, um novo mundo que você nunca viu antes.

Quer saber mais sobre estes artistas e seus respectivos trabalhos? Acesse os sites oficiais (disponíveis em Japonês e Inglês):

HONEBANA
Shinsekai [Toumei Hyouhon]

fontes: respectivos sites oficiais
fotos: respectivos sites oficiais


4 de jun de 2013

Ídolos, fãs e uma competição.

Quando um grupo de atrizes/cantoras iniciantes fez um apelo para seus fãs pedindo para que enviassem o máximo de tampas de garrafas de plástico possíveis, achava-se que o resultado não seria dos mais notáveis... Porém, imaginem a surpresa quando fãs apaixonados fizeram-se notar com mais de 100 MILHÕES de tampinhas.



No Japão, fãs com este nível de dedicação são conhecidos como "aidoru otaku", o que significa 'fanáticos por ídolos/estrelas'. O entusiasmo deles geralmente vai de fandoms ocasionais até o que pode-se chamar de obsessão. Mesmo assim, temos que admirar seu espírito de equipe.

Ídolos com pouco tempo de fama tiveram a chance, a partir de seus agentes registrados, de coletar tantas tampas ecologicamente amigáveis quanto possível em troca de uma ajudinha em direção à fama. A iniciativa foi parte de um processo maior de seleção para lançamento chamada "Eco Cap Collection Program". Em resumo, a ídolo que coletasse a maior quantia de tampas, em troca de seu esforço, teria a chance de debutar sobre os cuidados da companhia japonesa Hyadain. No total, cerca de 100 milhões de tampinhas foram coletadas, algo em torno de 2.3 toneladas.

O concurso estava aberto a qualquer um que estivesse registrado na agencia de talentos Alice Project, indiferente a idade ou nível de experiência. Para muitas estrelas em potencial que ainda não se destacaram é difícil ganhar o suficiente para se manter, uma oportunidade como está é única.

Durante a elaboração inicial do programa, ninguém previa o quão bem acabaria. Para a dizer a verdade, assim que o concurso foi lançado, o escritório da agência recebeu tantas tampinhas a cada dia que começou a ficar quase impossível trabalhar por lá. Como medida temporária, um teatro próximo à agência foi usado como local para armazenar as tampinhas.

Mas, qual o motivo de juntar 'tampinhas'? Coletar 860 tampinhas, gera renda o suficiente para uma vacina de prevenção ao polio. A quantia de vacinas possíveis de serem feitas como resultado deste concurso foi totalizada em 1.150 vacinas.

As tampinhas foram coletadas por uma contratada especial e ainda assim, quando vieram recolhê-las, trouxeram dois caminhões que não foram o suficiente. O processo de recolhimento acabou durando também mais do que o esperado.
Lição aprendida: nunca subestime o poder de torcida e a dedicação de fãs.

fonte: http://www.japantoday.com/

30 de mai de 2013

Shimokitazawa Sound Cruising, Tokio/JP


O bairro de Shimokitazawa em Tokio/JP é um dos lugares mais importantes  da música Indie na cidade. Um subúrbio vivo entre duas linhas de trem que fica longe o suficiente de Shinjuku e Shibuya para não ser absorvido por nenhum dos dois, mas perto o suficiente para que seja relativamente fácil acessar ele de basicamente todas as direções. De qualquer forma, bem como a cena Indie de Tokio, saber onde ir e o que ver pode ser bem difícil.

Entrar em Shimokitazawa durante o Shimokitazawa Sound Cruising, festival de música que ocorre ao longo do Bairro, é quase como, literalmente, fazer um cruzeiro em um mar de artistas. São mais de 100 tocando noite e dia em 15 avenidas ao redor do bairro. Fãs curiosos com um pouco de dinheiro, podem se aventurar pelo bairro, tudo pelo preço de um ingresso.

Os estilos variam bastante, a banda Shonen Knife, por exemplo, é uma das mais conhecidas,



Mas, se quiser algo um pouco menos definido e um pouco 'mais intenso', a banda Tadzio está a apenas alguns minutos de caminhada dali.



Ali por perto, também há o grupo Dempagumi.inc, num estilo pop um pouco mais doce.



Enquanto a banda Chiina trás um pop um pouco mais... "Sofisticado".



O show mais intenso e excessivo é provavelmente o da Lagitagida.



A seção noturna dos eventos é bastante tendenciosa para eletrônica e atos de dança, mas os estilos variam tanto que um pouco de tudo pode ser encontrado. Outras dicas são as bandas:

Mitsume


Wrench

De De Mouse, de tecnopop, e a 80Kidz, de electropop.

Neste local a vida noturna se expande como uma árvore entre avenidas e bares, e com um pouco de planejamento ou muito gosto por 'aventura', o bairro de Shimokitazawa promete ter algo para cada pessoa que for para lá.

Fonte: japantimes

5 de mai de 2013

Kodomo no Hi (こどもの日)

Olá pessoal, como vocês estão? Espero que estejam todos bem! Hoje iremos falar finalmente do último feriado da Golden Week,  Kodomo no Hi (こどもの, que significa "Dia das crianças"). 

Diferentemente do Brasil, o dia das crianças no Japão é comemorado no dia 05 de maio! O mesmo foi determinado como um feriado nacional pelo governo japonês em 1948. Mas antigamente, este dia era chamado de Tango no Sekku, ou Festival dos Meninos. Apesar do nome ter mudado, o dia continua sendo celebrado da mesma forma, apenas em relação aos meninos, enquanto as meninas possuem o seu dia durante o Hina-Matsuri.

Nesta data, as famílias costumam pedir que os meninos cresçam com força e saúde para que no futuro se tornem grandes homens. Para isso, são penduradas bandeiras em forma de carpa, as Koinobori, por toda parte, herança herdada do mito chinês onde as carpas, ao subir o rio amarelo e alcançassem o portão do dragão, elas se transformariam em dragões. E também por elas conseguirem nadar em grandes correntezas, isso representa a força e coragem necessária para superar as dificuldades da vida.
                                      
O detalhe que vale enfatizar é que as carpas são dispostas em ordem: primeiro ficam as flâmulas sem formato de carpa, depois a carpa preta (representando o pai), em seguida a vermelha(representa a mãe), e por último, as carpas menores, que representam os filhos.

Bonecos e peças decorativas de armaduras e armamentos samurais são colocados em palcos dentro de casa, representando vários heróis japoneses. E ainda os meninos tomam um banho especial, o shoubuyu, preparado com folhas de íris japonesa, cujo formato é semelhante ao de uma espada.


Para comer é servido o kashiwa-mochi, o tradicional bolo de arroz doce mochi, recheado com a pasta de feijão azuki, o ankô, o qual é servido em folhas de carvalho. O chimaki, que é uma massa de arroz glutinoso enrolada e amarrada em folhas de bambu também são muito comuns de se comer no dia...


Abaixo vocês podem assistir alguns vídeos atuais das tradições do dia que mencionamos =) :



Fonte: aoikuwan e japaoemfoco

4 de mai de 2013

Midori no Hi (みどりの日)


No dia 04 de maio no Japão é comemorado o Midori no Hi ( Dia Verde), o terceiro feriado do Golden Week. Esta data é reservada pelos japoneses para aproveitar mais de perto as belezas que a natureza tem a nos oferecer. Portanto, no Midori no Hi é comum cada um passear com a sua família em parques e jardins públicos para relaxar, apreciar a natureza, participar de campanhas ou palestras informativas sobre as questões ambientais e de atividades que envolvam o plantio de árvores. 
 
Esse dia surgiu devido ao ex-imperador Hirohito da Era Showa, que era um grande admirador das belezas naturais. Ele publicou muitos trabalhos acadêmicos de investigação científica no campo da Biologia Marinha, onde incluiu a classificação de animais marinhos e plantas no Instituto Biológico no Palácio Imperial e a coleta de plantas em Nasu e Hayama.
Antigamente, entre 1989 e 2006 era comemorado no dia 29 de abril, juntamente com o Aniversário do ex imperador, durante o Showa no Hi, mas desde de 2007, essa data transferiu-se para o dia 4 de maio, pois era um dos dias do Golden Week que não havia feriado nenhum.

 E pra finalizar...eu particularmente acho que não só no Japão mas no resto do mundo inteiro, este tipo de atitude deveria acontecer várias vezes e não só em uma data específica, pois tenho certeza que o objetivo do dia, que é a preservação da natureza e conscientização das pessoas sobre o tema, seria atingido com sucesso de uma maneira muito mais rápida, não acham? 

Fonte: japaoemfoco

3 de mai de 2013

Kenpo Kinenbi (憲法記念日)

No dia 03 de maio é comemorado no Japão o Kenpo Kinenbi o segundo dos 4 feriados nacionais que fazem parte da Golden Week o qual comentamos na postagem anterior. Neste dia é comemorado nada mais nada menos do que a atual constituição, imposta no Japão praticamente pós-guerra, em 3 de maio de 1947, deixando de lado o antigo estatuo da Era Meiji de 1889.

Ao contrário da Constituição Meiji, a atual Constituição declara que a soberania está com o povo, que o imperador é o "símbolo do Estado e da unidade do povo", que não tem "poderes relacionados ao governo." E ainda afirma que as pessoas têm direitos humanos fundamentais e renuncia à guerra.

O aniversário da Constituição é marcado com cerimônias em todo o país. Milhares de pessoas assistem a palestras sobre o papel da Constituição e obviamente param para refletir e debater sobre leis, a democracia e o governo japonês que a compõem.

Além das cerimônias, a outra grande atração é  a abertura do Kokkai Gijido para a visitação do público, que é exatamente o prédio do Parlamento Nacional Japonês. Ou seja, onde são tomadas as principais decisões no país e onde se concentra os três grandes poderes que regem o Japão: Legislativo, executivo e judiciário.

Fonte: web-japan.

30 de abr de 2013

Golden Week


No dia 29 de abril se iniciou no Japão a Golden Week, em português, semana dourada. Esta semana nada mais é do que uma sequência de vários feriados que acontecem por lá! E sem dúvida, assim como nós brasileiros gostamos bastante de aproveitar feriados, não seria diferente com os japoneses, pois essa é uma grande oportunidade para que ele possam viajar por exemplo pelo país ou até mesmo ao exterior.
Como o calendário japonês não tem folgas como no Brasil, para eles a semana realmente é de ouro!  Nas terras nipônicas existem apenas três feriadões: o ano novo que acontece no final de dezembro e início de janeiro, o Golden Week no final de abril e começo de maio, o qual estamos nos referindo no momento e o finados(Obon), em agosto.

Os 4 feriados nacionais da Golden Week são os seguintes:
29 de abril: Showa no Hi  (*não fizemos uma nova material devido a correria que foi esse início de semana rsrs Mas vocês podem dar uma lida na postagem do ano passado sobre o feriado! =) )

03 de maio: Kenpou-Kinenbi (Dia da Constituição)

 04 de maio: Midori no Hi (Dia Verde)

05 de Maio: Kodomo no Hi (Dia das Crianças)

Portanto os próximos feriados que ainda vão acontecer, fiquem ligados que nós iremos fazer novas postagens sobre eles! :)

Fonte: sandramitsue.

12 de abr de 2013

Nomikai: A cultura de comer, Beber e se Divertir!

Sabemos que a sociedade japonesa é bastante rígida quanto ao trabalho e estudos, por esta razão muitas vezes os japoneses acabam se estressando bastante! Mas você sabe  o que eles fazem para aliviar o stress diário? Não? É exatamente isso que iremos contar pra vocês hoje! =)

A solução mais comum utilizada por eles é sentar ao redor de uma mesa para beber e comer, onde eles falam bastante de uma forma bem descontraída do que eles fariam no escritório de trabalho ou na universidade. Sem dúvida para eles é uma das melhores formas de interagir com outras pessoas, já que como sabemos maioria dos japoneses são tímidos...

O termo usado para se referir a este tipo de encontro é Nomikai (会 飲み). Geralmente o Nomikai é realizado para comemorar algo de grande importância, como realizações de grandes projetos, aniversários, eventos esportivos universitários, noivados ou metas atingidas. 

O interessante de tudo é que as hierarquias se tratando de um encontro de membro de uma mesma empresa, por exemplo, de um chefe em relação aos seus funcionários são deixadas de lado, algo que não aconteceria numa reunião formal.

E lembrando o fato de você participar do Nomikai não significa que você é obrigado a beber bebidas alcoólicas, pelo contrário, você tem a total liberdade de escolher o que deseja beber e quanto quer beber. Mas como a cultura do Nomikai é bem forte no Japão, exagerar na bebida não é visto como algo feio...!


Para finalizar, caso algum dia você  tenha a oportunidade de participar de Nomikais a primeira coisa que você deve fazer "é pedir as bebidas e fazer um brinde". (lembram do Kanpai né!?) "E nunca coloque seu copo na mesa sem antes tomar pelo menos um gole. É falta de educação".

27 de mar de 2013

Hanami


Entre o final do mês de março até mais ou menos o mês de maio, dependendo da região, acontece no Japão uma das mais belas tradições japonesas, que é o festival das flores de cerejeira, mais conhecido como Hanami, que significa apreciar flores. 

Durante esta época do ano, as diversas e belas espécies de sakurás começam a florescer por todo o Japão, significando que o inverno está chegando ao fim, dando inicio a primavera. Portanto, não importa qual seja o local, parques, templos, zoológicos...é comum encontrar muitos turistas e os próprios japoneses que se reunem com amigos, familiares ou colegas de trabalho, para curtir esse maravilhoso fenômeno da natureza.
Segundo as lendas, o costume do Hanami iniciou-se há muito tempo atrás, por volta dos anos 900. Naquele período a festividade era reservada somente à aristocracia, a qual se reunia para escrever poemas e cantarolar sob as sakurás (cerejeiras). Mas somente durante a era Edo (1688-1704) tornou-se popular,  chegando ao que conhecemos hoje, onde a cada ano, até mesmo a Agência Metereológica Japonesa informa sobre o florescimento das sakurás em cada região do território japonês.

E para vocês verem na real como é comemorado, trouxemos um vídeo bem bacana filmado por uma turista, onde ela comenta algumas coisas que já falamos anteriormente e algumas coisas a mais sobre o Hanami, vale a pena assistir: 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...